Esportes

Esforço em vão

Goiás se supera no Serra Dourada, consegue boa reação no final, vence o Ituano, mas fica fora por tomar um gol

diario da manha

João Paulo Di Medeiros,Da editoria de Esportes

Para quem achava que o Goiás estava interessado na disputa da Copa Sul-Americana, a batalha vista ontem, no Serra Dourada, deixou claro que o time esmeraldino queria muito a classificação para as oitavas da Copa do Brasil. Luta não faltou, o Goiás marcou três vezes, mas sofreu um de pênalti, 3 a 1, tentou marcar o quarto até os 52 minutos do segundo tempo, mas acabou eliminado da Copa do Brasil. O caminho agora é a competição internacional.

O time esmeraldino precisava vencer por três gols de diferença, fez o primeiro com Erik ainda no primeiro tempo. Foi para o ataque na etapa complementar e sofreu o empate, em pênalti cobrado por Ronaldo (o mesmo autor dos dois gols no jogo de ida). O Goiás ainda marcou com Wesley e Arthur, mas não conseguiu o quarto que o daria a classificação. Os jogadores esmeraldinos saíram de campo aplaudidos.

O Goiás volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Grêmio, no Serra Dourada, às 16h (de Brasília), em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série A. O time esmeraldino agora aguarda seu adversário na Copa Sul-Americana que será disputada no segundo semestre.

O JOGO

O Goiás precisava marcar três gols e não sofrer para garantir vaga. Logo no primeiro minuto, um susto enorme para os esmeraldinos. O meia Clayson avançou com liberdade e mandou bola rasteira na área. A defesa tentou tirar, mas a bola ficou viva na área para Ronaldo que finalizou para a defesa de Renan.

Apesar do susto inicial, o Goiás descia com perigo ao ataque. Bruno Henrique chamava para si a responsabilidade e tentava criar a jogada para abrir o placar. Erik teve uma oportunidade e Wesley outra, tudo isso antes dos 15 minutos do primeiro tempo. O Goiás tinha o domínio e tentava uma brecha para balançar as redes. O lado direito do ataque com o apoio do lateral Everton era o preferido do Goiás.

O time esmeraldino tanto martelou que conseguiu marcar o primeiro. Everton cobrou lateral para Bruno Henrique raspar de cabeça, Wesley brigou pela bola e cruzou rasteiro. Erik apareceu no segundo poste e teve o trabalho só de empurrar para o fundo do gol. Faltavam dois gols para a classificação esmeraldina. O Goiás foi para o intervalo com 1 a 0 no placar.

Logo no início do segundo tempo, o Goiás foi para cima. Aos cinco, boa trama novamente entre Wesley e Erik que finalizou de letra, mas viu a defesa impedir o segundo gol. Aos 15, uma cena bizarra no Serra Dourada. O árbitro Igor Junio Benevenuto aplicou cartão amarelo em Péricles e Clayson. Até aí tudo bem, mas o juiz se equivocou ao pensar que o jogador do Ituano tinha acumulado dois amarelos e deu o vermelho. A lambança foi corrigida com o aviso do quarto árbitro.

O Goiás precisava de mais gols. O técnico Hélio dos Anjos sacou o volante Péricles e colocou o meia Arthur no jogo. O relógio jogava contra o time esmeraldino no Serra Dourada e o Ituano valorizava cada segundo. A segunda alteração no Goiás foi a entrada de Robert no lugar de Felipe Menezes que saiu sob vaias.

Se não conseguia fazer o segundo, o Ituano conseguiu uma chance de ouro aos 31 minutos. O zagueiro Alex Alves cometeu pênalti dentro da área e o atacante Ronaldo converteu. O time esmeraldino precisava de três gols em pouco mais de 15 minutos. Boa parte da torcida começava a deixar o estádio.

Foi quando o atacante Wesley recebeu de Everton dentro da área, finalizou e colocou o Goiás novamente na frente. Após sofrer o segundo gol, o goleiro Fábio caiu duas vezes para tentar esfriar o ímpeto do Goiás. O árbitro prometia dar um bom tempo de acréscimo.

Mas o Goiás estava vivo na Copa do Brasil. Em descida muito veloz, Bruno Henrique rolou para Wesley que deixou de calcanhar para o meia Arthur fuzilar aos 42 minutos. O Verdão era todo ataque e o torcedor que chegou a ameaçar deixar o estádio cantava alto.

O Goiás colocava praticamente os dez jogadores de linha no campo de ataque e deixava sua defesa completamente exposta. Dick quase marcou em contra-golpe. O time lutou até o fim, não conseguiu, mas saiu aplaudido.

jogo

Comentários

Mais de Esportes