Esportes

Hora de atacar

Embalado pela boa fase no Campeonato Brasileiro, Goiás precisa reverter vantagem para seguir na Copa do Brasil

diario da manha

João Paulo Di Medeiros,Da editoria de Esportes

Na vice-liderança do Campeonato Brasileiro Série A, o Goiás tem outra missão pela frente hoje, às 19h30 (de Brasília), no Serra Dourada. O time esmeraldino recebe o Ituano e precisa vencer, por três gols de diferença, para avançar às oitavas de final do principal mata-mata nacional. O time terá mudanças para o duelo.

Pela formação esboçada na atividade de ontem, o técnico Hélio dos Anjos deve mandar a campo uma equipe mais ofensiva em campo. Ao todo serão quatro mudanças com relação ao time que bateu o Palmeiras no último domingo.

Na defesa, o treinador não poderá contar com Felipe Macedo, uma vez que o defensor foi expulso no jogo de ida em Itu. A opção testada por Hélio dos Anjos no setor foi Fred. Na lateral esquerda, o técnico esmeraldino preferiu não improvisar Juliano como tinha feito outras vezes na ausência de Rafael Forster, que não pode jogar a Copa do Brasil pelo Goiás. O garoto Mário Sérgio tem sido muito elogiado por Hélio e ganha a vaga pela primeira vez desde que voltou de empréstimo.

Ausente no Allianz Parque por motivo contratual, o meia Felipe Menezes retoma a camisa 10 no lugar do garoto Arthur. Assim como Forster, Patrick não pode jogar a Copa do Brasil por ter defendido outro clube nesta mesma edição. O meia Robert foi o escolhido no treino de ontem e vai aparecer entre os titulares.

O volante Rodrigo, 21 anos, que passa a ser agenciado por Eduardo Uram, comentou o reflexo da campanha do Goiás na Série A no jogo decisivo contra o Ituano. O meio-campista disse também que não passa na cabeça dos esmeraldinos deixar escapar a classificação para jogar a Copa Sul-Americana.

“Nossa equipe vai muito confiante para esse jogo, vencemos o Palmeiras fora de casa e foi um resultado muito importante. Temos que impor o ritmo que o Hélio está pedindo desde o início do jogo para fazer o gol mais rápido possível, mas jogar com inteligência porque não podemos sofrer gols. Essa boa fase dá motivação, dá confiança para que a gente possa conquistar nosso objetivo que é avançar na Copa do Brasil”, salientou.

jogo

Comentários

Mais de Esportes