Esportes

Inimigo desconhecido

Dragão se prepara para enfrentar o Criciúma, adversário que foi confrontado apenas uma vez, em 1987

diario da manha

 

Álvaro de Castro,Da editoria de Esportes

No aniversário da cidade de Goiânia, em 24 de outubro de 1987, em campo o Atlético Goianiense encarava o Criciúma. O campeonato era o Módulo Amarelo da Taça União, uma espécie de 2ª Divisão do período. Ambas as equipes não faziam grandes torneios. Entretanto, a chance de classificação batia na porta tanto do Dragão quanto do Tigre Catarinense. Quem vencesse a partida poderia chegar, quem sabe, nas semifinais do módulo.

Em campo, o Atlético saiu derrotado, por 2 a 0, para o Criciúma. Com isso, as chances de classificação acabaram e o rubro-negro acabou o segundo turno da 2ª fase na lanterna da competição. Ainda por cima, cinco jogadores foram dispensados do elenco (Ricardo, Clóvis, Serginho, Murilo e Reinaldo). Porém, o time no ano seguinte viria a conquistar o Campeonato Goiano de 1988, com a mesma base do elenco do ano anterior.

Fato é que os times nunca mais se encararam. O Atlético figurou no últimos anos entre a Série B e A do Brasileiro. Mesma tônica do Criciúma, que disputou a 1ª divisão no ano passado. O Dragão foi semifinalista da Copa do Brasil em 2010, passando por clubes tradicionais como Santa Cruz, Bahia e Palmeiras. Já o Tricolor Carvoeiro se sagrou Campeão da mesma Copa do Brasil, em 1991, a equipe tinha como técnico Luís Felipe Scolari, e superou grandes times como Goiás, Atlético Mineiro e o Grêmio na grande final.

Nos Campeonatos Estaduais, mantem-se as semelhanças entre os clubes. O rubro-negro tem 13 títulos estaduais e venceu pela última vez em 2014. Já o Tigre tem 10 conquistas, tendo vencido pela última vez em 2013. Ambos 4º colocados entre os clubes com maior número de títulos em Goiás e Santa Catarina, respectivamente.

Amanhã, o segundo capítulo da história entre os clubes, 28 anos depois do primeiro. Os dois não tiveram bons campeonatos estaduais, eliminados ainda na 1ª fase. O Criciúma, inclusive, flertou com o rebaixamento no regional. Atlético e Criciúma venceram apenas uma partida na Segundona 2015, ambas na 1ª rodada. O jogo dessa vez acontece em Santa Catarina, no Estádio Heriberto Hulse, às 16h30. Será que o Atlético dá o troco 28 anos depois?

mascote-criciuma

tags:

Comentários

Mais de Esportes