Esportes

Luxemburgo cai, mas Guerrero pode chegar

DA REDAÇÃO

diario da manha

 

A novela sobre o futuro do peruano Paolo Guerrero pode estar se desenrolando para uma definição. Depois do Corinthians se recusar a renovar com o atacante, nos termos pedidos pelo atleta, o Flamengo surgiu como grande candidato para contratar o jogador. Em compensação, o técnico Vanderlei Luxemburgo teve sua demissão oficializada, devido ao mal começo no Campeonato Brasileiro.

Primeiramente os dirigentes rubro-negros ouviram valores muito altos: R$ 18 milhões de luvas mais R$ 500 mil por mês de salário. Então direção montou uma contraproposta de R$ 12 milhões, sendo R$ 2 milhões à vista e o restante diluído nos 30 meses de contrato.

A quarta passagem dele pela Gávea teve duração de dez meses e seu grande trunfo foi tirar o Rubro-Negro da “confusão”, termo cunhado pelo próprio para se referir à zona de rebaixamento do Brasileiro em 2014.

Vanderlei Luxemburgo já havia treinado o Flamengo em 1991, 1995 e entre 2010 e 2012. No total, são 245 jogos como técnico rubro-negro, 127 vitórias, 67 empates e 51 derrotas. Conquistou o Carioca em 2011.

O ex-atacante Deivid, auxiliar de Luxemburgo, e Antônio Mello, preparador físico e fiel escudeiro do treinador, também devem sair.

Nesta última passagem pelo Flamengo, foram 59 jogos. Estreou no clássico contra o Botafogo, no Brasileiro passado, e venceu por 1 a 0.

Comentários

Mais de Esportes