Esportes

Não ganha, não fica

Apesar de respaldado por jogadores e torcedores, técnico Carlo Ancelotti não resiste à temporada sem títulos e é demitido do Real Madrid

diario da manha

 

DA REDAÇÃO

Apesar de ser o vice-campeão do Campeonato Espanhol e chegar às semifinais da Liga dos Campeões da Europa, o Real Madrid anunciou ontem que o técnico italiano Carlo Ancelotti não permanece no clube para a próxima temporada.

A decisão de interromper o trabalho do italiano foi anunciada pelo presidente Florentino Perez, em conversa com os jornalistas após reunião com a junta diretiva. “Quero comunicar que definimos por liberar Carlo Ancelotti como treinador. Como podem imaginar, foi uma decisão difícil para toda a junta diretiva”, disse o mandatário.

Rafael Benitez, do Napoli, e Unai Emery, do Sevilla, surgem como favoritos para ocupar o cargo, e o presidente afirmou que o novo treinador será anunciado na próxima semana.

A decisão de Florentino Perez contradiz a opinião do elenco e dos torcedores presentes na última partida do Real na temporada, ocorrida no último sábado. Na goleada por 7 a 3 sobre o Getafe, no Santiago Bernabéu, os torcedores ovacionaram o treinador italiano, que também possui o apoio dos jogadores.

Depois da goleada do sábado, Cristiano Ronaldo, a grande estrela madridista na atualidade, usou as redes sociais para se posicionar a favor da continuidade de Ancelotti. “Grande treinador e uma pessoa fantástica. Espero que trabalhemos juntos na próxima temporada”, escreveu o português, legendando uma foto abraçado ao agora ex-técnico.

Comentários

Mais de Esportes