Esportes

Só falta a Liga

Juventus precisa da prorrogação para vencer a Lazio e ganhar segundo título nacional na temporada. Tríplice coroa pode ser conquistada

diario da manha

 

Da Redação

A Juventus voltou a dominar, completamente, o futebol italiano. Na noite de ontem, a campeã italiana sofreu, mas venceu na prorrogação a Lazio pelo placar de 2 a 1, no Estádio Olímpico de Roma, e levantou pela décima vez na história o título da Copa da Itália, o segundo de uma temporada já inesquecível para os torcedores alvinegros.

Pela terceira vez, a Juventus terminará uma temporada na Itália com os dois principais títulos do país. Dominante na liga, a Juve, contudo, sofreu com um longo jejum na grande Copa do país. O título desta quarta-feira foi o primeiro em 20 anos, justamente a última vez na qual a equipe de Turim subiu ao lugar mais alto do pódio nos dois torneios italianos.

Dobradinha, aliás, é um caso raro no futebol tetracampeão mundial. Somente cinco clubes conseguiram conquistar na mesma temporada o Campeonato Italiano e a Copa da Itália: Juventus, Inter de Milão, Torino, Napoli e Lazio. Estatística que comprova ainda mais a façanha da equipe de Carlos Tevez e companhia.

Grande estrela ‘bianconera’, Tevez, no entando, acabou ofuscado por outro atacante. Desprestigiado, Alessandro Matri desembarcou na Juventus por empréstimo e com a concorrência de dois centroavantes (Álvaro Morata e Fernando Llorente) pela frente.

Mesmo relegado a apenas uma mera opção e banco, o italiano de 30 anos fez valer o empréstimo em um lance. Matri entrou na vaga de Llorente na segunda etapa e se tornou o protagonista de uma bela noite em Roma. Aos 6min do tempo-extra, o camisa 32 viu a bola sobrar na área e arrematou firme. A bola superou o goleiro Berisha e definiu a Copa para o lado alvinegro.

Toda a festa alvinegra, no entanto, tem data para acabar. A dobradinha pode virar um ‘triplete’. Basta a equipe, já soberana na Itália, derrotar o Barcelona no próximo dia 6, em Berlim, e conquistar pela terceira vez a Uefa Champions League. Nunca na história deste clube, os torcedores comemoraram os três campeonatos mais importantes.

Comentários

Mais de Esportes