Esportes

CBF desiste de recorrer da punição da Conmebol, e Neymar deixa o Chile nesta segunda-feira

Confederação apurou que presidente da Câmara de apelação da entidade sul-americana não estaria disposto a diminuir pena do jogador

diario da manha

Em reunião realizada na noite deste domingo entre Neymar e a comissão técnica, ficou decidido que a CBF acatará a decisão da Conmebol, que suspendeu o jogador por quatro partidas, o que o deixa fora da Copa América, informou nesta madrugada a confederação em seu site oficial.

O comunicado diz que a comissão técnica e o jogador esperam que o mesmo rigor com que a Conmebol puniu Neymar seja adotado em todas as competições organizadas pela entidade.

A confederação apurou que o presidente da Câmara de apelação da Conmebol, o equatoriano Gillhermo Saltos, não estaria disposta a diminuir a pena de Neymar e que a decisão foi tomada antes do jogo contra a Venezuela. Ele decidiria sozinho o caso, como único representante da Câmara em Santiago.

Neymar deixa a delegação que está concentrada no Hotel Sheraton, em Santiago, nesta segunda-feira, antecipando assim as férias.

 

Comentários

Mais de Esportes