Esportes

Léo Moura pode ser repatriado pelo Fluminense após três meses nos EUA

Lateral direito jogou no tricolor em 2004, antes de passar dez anos no Flamengo

Pouco adaptado aos Estados Unidos, o lateral-direito Léo Moura quer voltar ao Brasil após sua despedida do Flamengo, em março. E o Fluminense pode ser o clube a repatriar o jogador de 36 anos, depois de três meses e meio no Fort Lauderdale Strikers, da Flórida. A diretoria tricolor não nega a negociação, mas não quis comentar o assunto.

O jogador, inclusive, teria se reunido com a diretoria tricolor, anteontem, segundo o site SporTV.com. A conversa foi para tratar detalhes de um possível contrato. O empresário do atleta confirmou que há alguns clubes brasileiros interessados em Léo, porém não disse quais times seriam.

O lateral está no Brasil para um amistoso do time americano contra a Ponte Preta, no sábado. Contratado no início do ano, após encerrar sua passagem no rubro-negro (foram 519 jogos em 10 anos), Léo assinou por um ano, com opção de renovação. No início do ano, o Flamengo só havia aceitado ampliar o vínculo com o jogador até o fim do Carioca, por causa do alto salário do atleta. No fim, tudo ficou acertado com direito a amistoso de despedida com o Nacional (URU).

Vestir a camisa tricolor não seria novidade para Léo Moura. Em 2004, ele defendeu o Fluminense, ao lado de Roger, Edmundo e Romário. Ele disputou 60 jogos e marcou dois gols.

Comentários

Mais de Esportes