Esportes

Vasco põe sua força à prova contra o invicto Sport

Time carioca tem piores estatísticas defensivas e ofensivas da Série A

A gravidade da situação do Vasco no Brasileiro é confirmada pelos números. Mesmo se sair vitorioso contra o invicto Sport, às 16h30m, na Arena Pernambuco, o time de Doriva não chegará nem perto das campanhas que terminaram em rebaixamento em 2008 e 2013. Se vencer, ficará com seis pontos. Há dois anos, os vascaínos terminaram a oitava rodada com 10 pontos. Na primeira queda, com 11 pontos.

Vice-lanterna, o time ainda não venceu no Brasileiro. Chama atenção também o fato da elogiada defesa, considerada peça principal do título estadual, ter uma queda tão drástica de desempenho. Na Série A, é a pior, com 12 gols sofridos.

— Você não tem noção como isso me deixa triste e chateado — desabafou Rodrigo. — É um setor em que eu sou responsável e tenho meus objetivos individuais e coletivos.

Para o experiente zagueiro, os três empates no começo do campeonato desestabilizaram a equipe. Depois disso, foram quatro derrotas em sequência.

— Começamos (o campeonato) com o setor bacana, jogando do mesmo jeito do Carioca, mas veio aquele incômodo dos empates. Quando se empata em casa, você tem que se expôr fora e até em casa, onde tomamos gols muito rápidos — lamentou.

Recuperado de lesão, o volante Serginho ajudará a deixar o setor com a cara do time campeão carioca. O lateral-esquerdo Christiano voltará ao time, deixando Júlio César no banco. Após falhar contra o Cruzeiro, Charles deve perder vaga para Jordi no gol.

Andrezinho é contratado

É injusto, no entanto, crucificar a defesa. O ataque também tem se saído mal. Em nenhuma partida do Brasileiro, o Vasco saiu na frente. O time tem o pior ataque da competição, ao lado do Joinville. Foram só dois gols marcados, nenhum deles pelos homens de ataque. Hoje, Riascos fará companhia a Gilberto na frente.

— Falta à nossa equipe tranquilidade na hora de concluir em gol e na hora de sair com a bola — alertou Rodrigo.

Para reverter esse quadro, o presidente do clube, Eurico Miranda, confirmou ontem a contratação do meia Andrezinho, que completa 32 anos no mês que vem, e prometeu mais “novidades”. O setor é um dos que enfrenta maior problema. Contratado como referência, Marcinho já deixou o clube. Bernardo está suspenso. Hoje, Emanuel Biancucchi, Jhon Cley e Julio dos Santos disputam duas vagas.

Se não tem bons números, o Vasco enfrentará um Sport embalado. Invicto no Brasileiro, em que só tem menos pontos do que o líder São Paulo, a equipe venceu todos os seus jogos em casa. Fora da Ilha do Retiro, o retrospecto se mantém. A última derrota na Arena Pernambuco foi em fevereiro do ano passado. São treze jogos sem perder no estádio.

Comentários

Mais de Esportes