Esportes

Goleiro Luís Carlos é mais um que não fica no Tigre para o ano que vem

diario da manha
Luís Carlos vai retornar ao Paraná, time que o revelou ao futebol no ano de 2007(Foto:DOUGLAS MONTEIRO/ VILA NOVA F.C)

Quando o Campeonato Brasileiro da Série B ter­minou, em novembro, o Vila anunciou sua estra­tégia para o ano que vem, ten­tar segurar o máximo possível de atletas que se destacaram ao longo de 2017. O problema foi que o plano definitivamente não deu certo, o clube não conseguiu alinhar com muitos jogadores ti­tulares suas renovações de con­trato e peças importantes foram perdidas. O último a se despedir foi o goleiro Luís Carlos.

Na tarde de ontem, o clu­be comunicou que o camisa 1 não permanecerá no Tigre para o ano que vem. Luís acer­tou o seu retorno ao Paraná, time que o revelou para o fu­tebol e que vai disputar a Sé­rie A no ano que vem. Além disso, fatores pessoais teriam pesado na decisão do atleta, uma vez que ele estaria com alguns problemas familiares em Curitiba. O arqueiro é mais um titular que não renovou seu contrato, se juntando aos za­gueiros Alemão e Wesley Ma­tos, o meia Alan Mineiro, além do atacante Ruan, que ganhou a condição de titular só no fi­nal da temporada.

Luís chegou ao Vila no meio da disputa da Série B, quando o time vivia um momento de in­segurança debaixo das traves, causado após a lesão sofrida por Élisson e as atuações não muito eficientes de Wendell. O arquei­ro logo se destacou, transmitiu a tão sonhada segurança que a defesa precisava e não perdeu mais a condição de titular. O ca­misa 1 fez 26 partidas com a ca­misa vilanovense.

Com a saída de Luís Carlos e de seu reserva, Wendell, que também não renovou, o colo­rado fica, no momento, somen­te com a cria das categorias de base Gabriel Félix como opção de arqueiro no elenco. Sendo assim, o Tigre precisará se re­forçar no mercado.

Uma das opções de interes­se do Vila é o jovem Lucas Per­ri, de 20 anos, que pertence ao São Paulo. O jogador surgiu na base da Ponte Preta, mas foi para o tricolor paulista quan­do ainda tinha 15 anos. O atle­ta se destaca pela sua estatura, tem 1,96m de altura. As con­versas com o São Paulo já es­tão adiantadas e Lucas deve assinar um contrato de em­préstimo nos próximos dias.

Mesmo assim, ainda será necessária a contratação de um goleiro mais experiente. O nome de Márcio, ex-Atlético e Goiás, chegou a ser ventilado, mas foi logo descartado pela diretoria colorada. Mais op­ções devem ser apresentadas pelo departamento de futebol vilanovense nos próximos dias.

Voltando a falar das nego­ciações, outro jogador titu­lar que ainda conversa sobre uma possível permanência é o lateral uruguaio Gastón. O jogador tem uma proposta do futebol do Catar, contudo manifestou à diretoria seu de­sejo de permanecer no Tigre. Sendo assim, o Vila ainda se mostra otimista com relação à assinatura de um novo con­trato com o lateral.

 

tags:

Comentários

Mais de Esportes