Esportes

Volante André Castro não fica para a próxima temporada

diario da manha
Ao todo, André fez 32 partidas com a camisa atleticana e não marcou gols (Foto: PAULO MARCOS/ ATLÉTICO C.G )

O volante André Castro ti­nha acordo verbal com a dire­toria atleticana, mas não fica para a próxima temporada. O versátil jogador – que também atua na zaga e lateral – se desli­gou do clube após receber uma boa proposta do Red Bull Brasil (SP) para a disputa do Campeo­nato Paulista. Ao todo, André fez 32 partidas com a camisa atleti­cana e não marcou gols.

Durante sua passagem pelo rubro-negro, o jogador não cai nas graças da torcida, entre­tanto era bastante elogiado pelo técnico João Paulo San­ches. Tanto que André Castro chegou a usar, algumas vezes, a braçadeira de capitão do time.

PROMESSA DE GOLS

O Atlético teve sérios pro­blemas ofensi­vos em 2017. O único que de fato vingou foi Everaldo, um dos maiores destaques do time pela Série A que foi ven­dido na metade da competi­ção para o Querétaro (MEX). Júnior Viçosa não repetiu bom futebol de temporadas passa­das pelo Dragão e foi vendido para o rival Goiás, e o atacan­te Walter, principal contratação da diretoria no ano, não ren­deu aquilo que era esperado. Por conta disso, o rubro-negro teve de ir ao mercado e contra­tou o centroavante Tito, des­taque do Confiança (SE) nes­ta temporada.

Tito Fernando da Silva Pinto, de 28 anos, se destacou no time sergipano em 2017 com 22 gols em 33 jogos. A curiosidade é que o irmão Ronny, dois anos mais novo, também defendeu o Con­fiança e foi contratado pelo Itum­biara para a disputa do Campeo­nato Goiano. Até o momento, Tito foi o único homem de área a ser contratado pelo Dragão e, para escolher o Atlético.

O centroavante já não é tão novo assim – 28 anos – e passou por diversos clubes do futebol brasileiro, como Paraná, Operá­rio, Mixto e Cuiabá. Mas, por con­ta das atuações neste ano pelo Confiança, acabou chamando a atenção do Dragão, que asse­gurou a contratação do jogador.

 

tags:

Comentários

Mais de Esportes