Esportes

Após tropeços, Cruzeiro busca recuperação no Chile

diario da manha
Técnico Mano Menezes deve manter time que foi campeão mineiro(FOTO:DIVULGAÇÃO)

A vitória se tornou bastante im­portante para o Cruzeiro. No en­tanto, o jogo será contra um time com a camisa muito pesada. A Ra­posa enfrenta a Universidad de Chile, em Santiago, às 21h30 (ho­rário de Brasília). O time do técnico Mano Menezes entra em campo com um histórico ruim na Liber­tadores 2018. Até agora foi ape­nas um ponto conquistado, fru­to de um empate sem gols com o Vasco, no Mineirão. A outra parti­da foi uma derrota por 4 a 2 para o Racing, na Argentina.

A escalação do Cruzeiro para o jogo contra a La U não deve fugir do que foi nos últimos jogos. O atacan­te Rafael Sóbis segue entre os titu­lares na vaga de Raniel, que se con­tundiu. Fred, o primeiro titular no ataque, está fora dos gramados até a segunda parte do ano.

Na defesa, Dedé ganhou de vez os corações cruzeirenses. O camisa 26 vem ganhando destaque nas úl­timas partidas e hoje é titular abso­luto. Ele joga ao lado de Léo.

As principais novidades do Cru­zeiro estão no banco de reservas. O lateral-direito Ezequiel está libera­do do departamento médico, assim como o atacante David. O volante Lucas Romero também foi liberado e viajou com o restante do elenco.

A Universidad de Chile se pre­para para o duelo contra o Cru­zeiro. Pelos lados do clube chileno também há muito mistério. O úl­timo treino antes do jogo precisou ser com portas fechadas. A equipe não poderá contar com Jara. No en­tanto, Rafael Vaz, ex-jogador do Fla­mengo, deve ser a opção.

A La U está na segunda coloca­ção do grupo 5 da Copa Libertado­res, com quatro pontos anotados. O Racing também tem quatro ten­tos, no entanto, leva vantagem nos critérios de desempate. O Cruzei­ro está na última colocação, com apenas um tento. O Vasco é o ter­ceiro, com também um ponto, mas com vantagens nos critérios.

 

Comentários

Mais de Esportes