Esportes

Expulso, Buffon se revolta com marcação de pênalti

diario da manha
Goleiro italiano levou cartão vermelho direto ao reclamar do lance(FOTO:DIVULGAÇÃO)

Gianluigi Buffon pode ter fei­to sua última partida de Liga dos Campeões da carreira. Depois de ver a Juventus deixar o pla­car agregado empatado no con­fronto contra o Real Madrid, o árbitro da partida marcou pê­nalti e acabou expulsando o go­leiro por reclamação.

Após a partida, Buffon não poupou críticas ao juiz: “O árbi­tro deu uma falta que só ele deu. O árbitro estava fora do jogo. Se não tem personalidade, deveria ter ficado em casa com sua família e comendo batatas”, afirmou o joga­dor. O goleiro aproveitou a opor­tunidade e detonou ainda mais o árbitro: “Se você tem o cinismo de dar um pênalti como esse no minuto 93, é que você não é um ser humano. Você claramente não tem um coração no peito, mas uma lata de lixo.”, disse o italiano.

Inicialmente, o arqueiro se mostrou bem e orgulhoso do que fez a Juve durante os 90 minutos: “Estou bem. A vida continua, es­tou feliz e orgulhoso da partida que fizemos”, frisou Buffon.

E as queixas do goleiro não pararam por aí. Com respeito ao Real Madrid, Buffon reco­nheceu os méritos do adversá­rio nas duas partidas, mas dis­se que a Juventus merecia, ao menos, encaminhar a decisão para a prorrogação.

“O time deu o máximo, mas um ser humano não pode destruir sonhos assim no fim de uma ex­traordinária partida de volta numa situação duvidosa. O Real Madrid mereceu passar nos dois jogos, desejo a eles o melhor. Sempre foi um prazer para mim enfren­tar esse clube, mas nós definiti­vamente merecíamos ao menos ir para a prorrogação”, concluiu.

Eliminada da Champions, a Ve­lha Senhora volta a suas atenções para o Campeonato Italiano. No domingo, o time recebe a Samp­doria no Allianz Stadium às 13h00 (horário de Brasília) pela 32ª roda­da da competição

 

Comentários

Mais de Esportes