Esportes

Falhas verdes custam caro

diario da manha
Capitão Eduardo Brock falhou feio no primeiro gol do Figueirense, no Serra Dourada(FOTO:LAUANE VERÍSSIMO)

Fazendo sua estreia em casa na Série B, o Goiás conhe­ceu sua segunda derrota na competição. Jogando contra o Figueirense, a equipe esmeral­dina foi derrotada por 2 a 0. Os gols foram marcados por Jor­ge Henrique e Madison, contra. Com o revés, o alviverde está na zona de rebaixamento, com duas derrotas em dois jogos.

O time goiano agora volta as suas atenções para a Copa do Brasil. Na quarta-feira (25), o es­meraldino enfrenta o Grêmio, pelo primeiro jogo das oitavas de final, às 19h30, no Serra Dou­rada. Pela Série B, o Goiás volta a campo no próximo sábado (28), quando vai até Sorocaba enfren­tar o São Bento.

O JOGO

A primeira chance clara foi do Figueirense. Zé Antônio cobrou falta da intermediária e mandou pela linha de fundo. No tiro de meta, Marcelo Rangel tocou para Eduardo Brock, que tentou voltar com o goleiro, no entanto, o pas­se foi nos pés de Jorge Henrique, que aproveitou o presente e co­locou no fundo da rede.

Após o gol sofrido, o Goiás ten­tou igualar o marcador. Aos 21 mi­nutos, Tiago Luís arriscou de fora da área e Denis fez a defesa em dois tempos. O Figueirense teve outra oportunidade de marcar aos 23 minutos. Eduardo Brock errou outro passe e deu nos pés de Jor­ge Henrique, que tocou para Gui­lherme Lazaroni. O lateral cruzou e Henan, na cara do gol, furou, perdendo a chance do segundo.

Se de um lado o Figueirense perdeu um gol feito, o Goiás tam­bém desperdiçou uma grande oportunidade. Aos 27 minutos, Alex Silva avançou pelo lado direi­to e cruzou na área. Michael, na cara do gol, cabeceou pela linha de fundo. O esmeraldino teve ou­tra oportunidade aos 43 minutos. Breno cruzou para a área e Carlos Eduardo dominou no peito e ba­teu de perna esquerda para fora.

O Goiás começou o segundo tempo tentando igualar o pla­car. Logo no primeiro minuto, Carlos Eduardo tocou para Alex Silva. O lateral cruzou na área e Lucão desviou, mas sem força. O Figueirense ampliou o placar aos três minutos. Jorge Henri­que cobrou escanteio, Eduardo Bauermann desviou, a bola ba­teu por último em Madison e foi para o fundo da rede.

Em desvantagem no marca­dor, Hélio dos Anjos promoveu duas alterações após o gol sofri­do. Aos 12 minutos, Breno co­brou escanteio e Jacó, que fazia sua estreia pela equipe esmeral­dina, cabeceou pela linha de fun­do. O Figueirense ameaçou aos 15 minutos. Henan driblou Marcelo Rangel, mas ficou sem ângulo e mandou para fora. O esmeraldi­no respondeu aos 17 minutos. Ra­finha finalizou, Denis deu rebote e Carlos Eduardo isolou o chute.

Em desvantagem no placar, o esmeraldino tentava chegar na base do abafa, no entanto, sem ameaçar o goleiro Denis. Aos 33 minutos, Pedro Bambu chutou de longe e o goleiro defendeu em dois tempos. O esmeraldino chegou novamente aos 38 mi­nutos, quando Rafinha cobrou falta rasteira e Denis defendeu. O Goiás teve a última chance do jogo aos 48 minutos, mas Rafi­nha parou de novo em Denis.

Comentários

Mais de Esportes