Esportes

Lateral acredita em time mais forte com reforços

diario da manha
Maguinho assistiu o jogo do Avaí, primeiro adversário colorado na Série B(FOTO:ANDRÉ COSTA)

Depois de quase três semanas de trabalho intenso, o Vila Nova faz os ajustes finais para poder final­mente voltar a campo, na estreia do Campeonato Brasileiro Série B. O Tigre recebe o Avaí, amanhã às 16h30, no Serra Dourada. Hoje pela manhã, o técnico Hemerson Maria comanda a última ativida­de antes do confronto.

Ao longo dessa semana o trei­nador testou algumas variações na equipe, utilizando atletas re­cém-contratados. O problema é que dos 10 reforços trazidos, ape­nas quatro já foram regularizados junto à CBF: o zagueiro Wesley Ma­tos, os volantes Wellington Reis e Dener e o atacante Lincom. Des­ses, apenas Dener não deve ser ti­tular contra o Avaí.

O Tigre tem até as 19 horas para ajeitar a situação dos outros seis re­forços, caso queira contar com o futebol deles na rodada de estreia. O zagueiro Naylhor foi testado al­gumas vezes no time principal, bem como os meias Moacir e Elias.

Independente do número de caras novas que estarão em cam­po amanhã, o lateral Maguinho, re­manescente, garante que os refor­ços estão fazendo a diferença e que o time está aos poucos ganhando o entrosamento necessário.

“O time deve ter mudanças e acredito que os atletas que che­garam vão acrescentar muito na equipe. Vamos focados em voltar a vencer em casa, pois isso é mui­to importante para a gente. Sabe­mos que não conseguimos alcan­çar os resultados dos últimos jogos decisivos, só que isso não dá para mudar mais. O que podemos fa­zer diferente é nos jogos que te­remos de agora para frente”, dis­se o lateral.

Maguinho também falou a respeito do adversário. O jogador aproveitou a noite de quarta-fei­ra para assistir o duelo entre Avaí e Goiás pela Copa do Brasil e as­sim colher informações sobre o oponente de amanhã.

“Achei a equipe deles muito bem postada, bem organizada pelo Claudinei. O Avaí é sempre um adversário muito forte e temos que ter cuidado. O lado bom é que pudemos estudar bem o adversá­rio. Tenho certeza que o professor Hemerson já deve ter visto e revis­to esse jogo umas quatro vezes e ele vai nos passar as informações para que possamos surpreender eles”, declarou Maguinho.

 

Comentários

Mais de Esportes