Esportes

Seleção masculina encerra ciclo de amistosos

diario da manha
Técnico Washington Nunes avaliou positivamente os jogos na Europa(FOTO:DIVULGAÇÃO)

A seleção brasileira masculina de handebol encerrou seu período preparatório na Europa. Visando os Jogos Sul-Americanos dos dias 3 a 7 de junho, em Cochabam­ba, na Bolívia, os comandados de Washington Nunes voltaram seus esforços para uma sequên­cia de treinamentos e dois amis­tosos, contra Áustria e Hungria, disputados no último final de se­mana. Após vencer os austríacos e perder para os húngaros, o téc­nico analisou de forma positiva o trabalho feito nos últimos dias, ressaltando a reunião dos atletas.

“Conseguimos, após longo pe­ríodo, concentrar a Seleção nova­mente. O trabalho defensivo foi resgatado e obteve um bom de­sempenho, o time jogou desfalca­do de Thiago Ponciano, que pre­cisou extrair um dente do siso, e Henrique Teixeira, lesionado. Mas, acima de tudo, novas propostas ofensivas fizeram com que o tra­balho terminasse com balanço bastante positivo”, afirmou.

No sábado, o Brasil bateu a Áustria por 29 a 27, em partida que, segundo o próprio Nunes, a equipe alcançou um desempe­nho equilibrado, ofensiva e de­fensivamente. Contra a Hungria, o treinador não considerou ruim a atuação dos brasileiros, ainda que o placar tenha sido 30 a 22 para os europeus. “Tivemos dificuldade no primeiro tempo, mas na se­gunda etapa conseguimos mu­dar a forma de atacar e ser mais competitivos. Esse tempo aca­bou com só dois gols de vanta­gem para eles (13 a 11)”, analisou.

Após os Jogos Sul-Americanos, a seleção brasileira masculina de handebol viajará para a Groenlân­dia, onde disputará o Campeona­to Pan-Americano, visando uma vaga entre os classificados para o Mundial de 2019, sediado por Alemanha e Dinamarca.

Comentários

Mais de Esportes