Internacional

Mais de 2 mil fetos achados na casa de médico

diario da manha
Fptp: Reprodução

2.246 fetos humanos preservados foram encontrados na cidade de Crete, a cerca de 55 km de Chicago(EUA) na casa do médico Ulrich Klopfer. Autoridades de Illinóis, nos Estados Unidos, realizaram a operação para retirada dos fetos, após a mulher do médico denunciar o fato.

Os fetos foram encontrados na última quinta-feira (12/9), quando a viúva do médico limpava a garagem da casa, depois da morte do marido em 3 de setembro. De acordo com o jornal “Chicago Tribune”, a mulher do médico disse que não sabia por que o material estava em sua casa.

Segundo o jornal local “South Bend Tribune”, Klopfer era considerado o médico de aborto mais prolífico de Indiana, realizando milhares de procedimentos ao longo de várias décadas.

O médico trabalhou por décadas fazendo abortos no estado vizinho de Indiana, em pelo menos três cidades: South Bend, Gary e Fort Wayne. As clínicas de Fort Wayne e Gary já haviam sido fechadas anos antes da morte de Klopfer.

As autoridades querem investigar os três locais para se certificar de que não há restos fetais guardados em nenhuma outra clínica em que o médico trabalhou, já que a Suprema Corte dos EUA exige enterro ou cremação de restos fetais após um aborto.

A licença médica de Klopfer foi suspensa em 2016, depois que um painel de especialistas constatou várias violações cometidas por ele. Com o registro médico cassado, Klopfer não atuava mais como médico, mas afirmou ao painel que, em seus 43 anos fazendo abortos, nunca tinha perdido uma paciente – e que esperava conseguir, eventualmente, reabrir suas clínicas.

A promotoria do estado de Indiana afirmou que vai trabalhar em conjunto com a de Illinois na apuração do caso.  O material encontrado está sob guarda do legista do condado.

Com informações do G1

Comentários