Opinião

Sem Deus, senhor deputado José Nelto, somos insignificantes!

diario da manha

Patrick Barcellos Especial para  Opiniãopública

“A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las.”
(Aristóteles)

Senhor deputado José Nelto, quero que saiba que usei desse espaço (democrático) do Diário da Manhã, que é o caderno OpiniãoPública, para publicar artigo de nossa autoria, com vistas a abrir os olhos da sociedade, do povo goiano, em relação ao trabalho da bancada de oposição na Assembleia Legislativa; e, não para atingi-lo. Agora, se a carapuça serviu, fique a vontade. Quer debater, quer criticar, quer continuar dando suas baixarias, que venha, mas venha à Tribuna do Povo, use daquilo que a sociedade num todo tem acesso e, não, somente às redes sociais.
Desde o primeiro dia que fiz uso dessa maravilhosa Tribuna do Povo, o faço com um único propósito, conversar abertamente com o povo, sempre no intuito de contribuir com a melhoria da nossa qualidade de vida. Não delongarei em minhas palavras, até porque o povo goiano conhece bem o deputado José Nelto e o PMDB. Com relação às obras do governador Marconi Perillo (PSDB), parte delas o povo já julgou ao lhe outorgar o quarto mandato de governador do Estado. Aliás, esse político ainda jovem, ainda não conheceu derrota nas urnas, por isso estamos colocando a maior fé em Deus no sentido de colocar Marconi como o maior mandatário político do nosso amado Brasil.
Com relação ao Detran, citado pela sua assessoria, quero informar-lhe que o governador Marconi já tomou as devidas providências. Vai descentralizar a prestação de serviços da autarquia. E garantiu que pelo menos dez unidades padrão Vapt Vupt serão instaladas no Estado para atender exclusivamente a demanda de usuários do Detran, três delas na Região Metropolitana. A primeira deve ser inaugurada ainda nesse semestre. Com certeza, um novo conceito do órgão, que deve atuar como agência reguladora, em um formato mais enxuto e eficaz. O próprio Marconi enfatizou: “Vamos transformar o Detran-GO numa referência para o país”. E até hoje todas as promessas que fez, ele cumpriu.
Aliás, torço, também, por outros políticos goianos, entre os quais faço questão de incluir o senhor em minhas orações, principalmente agora que soube que tem uma assessoria temente a Deus. Agora, espero que faça um exame de consciência e chegue logo à conclusão de que precisa melhorar muito, sobretudo nesse seu forte ímpeto de querer aparecer. Busque apoio em sua assessoria e em outras pessoas tementes a Deus com vistas a fazer um trabalho realmente abençoado pelo nosso Criador, Mantenedor e Salvador, porque, assim, não precisarás mais estar ligando para a imprensa para divulgar suas iniciativas em prol do povo, porque elas, com certeza, se imporão pela própria natureza de cada uma delas.
Aliás, gostei de seu posicionamento na reunião em que o PMDB deixou o prefeito Paulo Garcia à vontade para substituir ou extinguir as secretarias que o partido ocupava e ainda ocupa algumas. O senhor levantou a voz para criticar a gestão de Paulo, inclusive afirmando que ele agia de forma sorrateira. Espero, sinceramente, que o PMDB se redima dessa façanha que conseguiu, nas urnas, de colocar um estranho no ninho, ou seja, Paulo Garcia na prefeitura de Goiânia. Da mesma forma, com respeito à aliança que fez com a presidente Dilma Rousseff, que vem conduzindo com desequilíbrio a nossa amada Nação.
Peço-lhe, ainda, por favor, que pare de protagonizar “barracos” como aquele de triste memória, quando, de forma insana, incitou irresponsavelmente o povo para não deixar sepultar no Cemitério Parque, no Setor Granja Cruzeiro do Sul, próximo ao Urias Magalhães, a menina Leide das Neves e outras vítimas, assim como ela, do acidente com o césio 137, ocorrido em 13 de setembro de 1987. O senhor ignorou que aquelas pessoas estavam contaminadas ou irradiadas não só por césio, e, sim, pela irresponsabilidade de uns e incompetência de outros. Sofreram as maiores atrocidades ao perder tudo que ano após ano conquistaram com o suor derramado no trabalho, cada um ao seu modo e condição, mas com honra e honestidade. E ignorou ainda que aqueles mortos serão sepultados em túmulos de concretos e caixões de chumbo, para que não pudessem mais sair.
Portanto, senhor deputado, o que precisamos mesmo é reconhecer que nada somos sem Aquele que nos criou, nos mantém e nos resgatou do pecador para Seu louvor! E, em assim sendo, vamos nos humilhar perante Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, para que interceda por nós junto ao Pai, para nos perdoar de nossas ignorâncias e, também, para que tenhamos consciência da nossa insignificância enquanto confiarmos em nossos próprios conhecimentos. Vamos, sim, buscar sabedoria de Deus para que possamos efetivamente trabalhar, juntos, por um Goiás, um Brasil, enfim por um Planeta Terra melhor. Que o Senhor nos abençoe e nos guarde de todo o mal. Amém!

(Patrick Barcellos, membro da IRC Igreja Renascendo para Cristo; Facebook: Patrick Barcellos; fan page: /patrickbarcellosgo; Instagram: @patrickbarcellos; Twitter: @patricbarcellos; e-mail: [email protected]; Site: http://www.patrickbarcellos.com.br).

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais