Opinião

Sobre os protestos

diario da manha

Sugiro a esse senhor, não só idoso, como também velho e retrógrado, além de sofrer de uma miopia sistêmica, quem sabe pela ação do tempo, ou então, da incapacidade de pensar de forma coerente, a se retirar para sua casa, vestir um pijama e ficar quieto, em seu canto, ao invés de escrever idiotices, a maioria, sem qualquer resquício de nexo, sobre uma sua visão alienada da realidade em que vivemos, que não o permite enxergar que a única força que movimenta as massas populares em protesto, não é a atual, oposição, mas sim o sofrimento e a decepção popular, principalmente, em relação àqueles que só os tem enganado, em especial, durante os últimos 12 anos.

(Paulo Roberto Gomes, do Rio de Janeiro, via Facebook – http://fb.me/pauloroberto.gomes.161)

 

RESPOSTA DA REDAÇÃO

 Este “senhor”, ao contrário da sua postura, está aos 80 anos, lutando por um País melhor, sem rebaixar-se no nivelamento aos palavrões mau-cheirosos das mentalidades ainda aprisionadas nos limites do “eu”.

Respeitosamente, este “senhor” tem razão no que fala e pensa, autoridade moral no que diz e antevê, pois sofreu as lacerações morais dos governos ao longo de seus 60 anos como comunicador.

Este “senhor” nunca feriu a honra de ninguém, por saber que o coração das pessoas é o santuário das almas, e, com gentileza e erudição nas palavras, esclareceu doutores e sábios através do próprio sofrimento.

Quem conhece a história “deste senhor”, admira-o.

Quem não conhece, devia conhecer, pois este “senhor” é a voz sozinha no meio das mutidões desesperadas por melhorias urgentes, como vós mesmo acabastes de afirmar.

Pedimos mais educação ao mencionar este “senhor”, que nunca matou uma formiga, temendo feri-las e admirando-as na grandeza da vida embarcada em um corpúsculo tão pequenininho.

Este “senhor” gostaria que vós, Paulo Roberto Gomes, fosse mais gentil na métrica das palavras, por puro princípio de ética e amor.

Se não nos entreamarmos, como querer-nos-emos cobrar de nossos supra-comandantes o amor ao próximo, especialmente na hora das decisões que orientam o nosso futuro?

Primeiro, caro amigo, vejamos o nosso ato e se ele está condizente com a realidade que buscamos construir. E só depois da intensa autocrítica e reformulação moral é que poderemos ter condições de analisar imparcialmente as opiniões e expressões alheias.

Com meu sincero respeito, aguardando o pedido de desculpas. Mas, se isso ferir seu orgulho, eu é quem te peço desculpas em nome do jornalista Batista Custódio, o qual represento aqui nesta página.

Meu abraço caloroso,

(Arthur da Paz, diretor de Redação do Diário da Manhã)

 

Coração palpitou

 

Sobre o editorial do jornalista Batista Custódio “UMA ROSA NAS FERIDAS”, lia cada palavra atentamente e imaginei a provação a que esta criatura se encontra.

O coração palpitou a cada vez em que sentia o que ele sentia. Isso precisa mesmo ser divulgado, e que Deus o abençoe nessa jornada. O mal se transforma por diversas vezes, mas percebi que ele a suportou em todas, certo de que a espiritualidade o ampara.

Nem eu imaginava uma luz tão forte sobre nosso Estado, e ainda via o governador como um crápula, mas creio que não mais devo pensar assim.

Deve ser um prazer imenso conviver com a pessoa do Batista Custódio, acredito que você aprenda e muito. O que vem a ser Olivetti? Belíssimo e riquíssimo artigo. Adorei!

(Francisco Dias, bombeiro no Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais, mora em Patrocínio-MG, via Facebook)

Resposta:Olivetti é a marca da antiga máquina de datilografia que o Batista ainda usa para redigir seus textos. Modelo Lexikon 80.

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais