Opinião

A cama de casal é o melhor lugar do mundo

Juarez Alvarenga ,Especial para Opinião Pública

diario da manha

 

Só tem direito de flutuar na cama somente os bravos navegadores que enfrentaram pela vida maré exaustivas e ondas gigantescas. Nunca desistiram de acalmar o mar.

Hoje minha situação vivencial permite dizer que a cama é o melhor lugar do mundo, principalmente se a vida está em dia. Mas nem sempre foi assim. Primeiro aprendi a sair dos martírios vivenciais degrau por degrau. Assim como um matuto gaucho no mês de maio, numa quarta feira, depois do clássico local Internacional e Grêmio sair das cobertas quentinhas às cinco horas da manhã na temperatura zero grau com disposição sobrando para enfrentar o trabalho de campo. A cama é o lugar para conquistar a paz e só conseguem quem fora dela está disposto a guerrear frente a frente com as adversidades cotidianas. Só devemos fechar os olhos depois de nossos horizontes atingidos.

A cama é o lugar do descanso dos guerreiros e daqueles que compreendem que cada guerra vivencial precisa de uma arma diversificada. E nosso arsenal precisa da labuta diária lapidada por sonhos consequentes.

Se na atual conjuntura sua cama está prazerosa é porque descobriu matar os problemas rotineiros dentro da clareza solar, levando para as noites estreladas o brilho impactante que ilumina com exatidão o alvo da felicidade.

A permanência de uma cama confortável nasce da espessura de nosso colchão e da leveza de nossa mente.

Sabemos que a vida é temporalmente domável, mas não definitivamente. Ter as rédeas sob nosso controle exige a força mental da intensidade da força física de Sansão.

Hoje com experiência de sobra aprendi arrumar minha cama como domar minha rotina. Colocar o travesseiro da espessura dos problemas dos pesos cotidianos. Tento sepultar na clareza solar todas as agruras de minha luta vivencial e levar para cama somente a grandeza de uma alma faminta de felicidade, nascida da leveza das asas de um pássaro que assenta no seu ninho como mesma satisfação que a rainha assenta no seu trono.

 

(Juarez Alvarenga, advogado e escritor)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais