Opinião

As consequências causadas por falta da conscientização do homem

Clezia da Silva Nogueira ,Especial para Opinião Pública

diario da manha

 

As questões climáticas vêm sendo muito discutidas atualmente em todos os locais do mundo, mais infelizmente a sociedade só se preocupa consigo mesma, talvez o homem seja apenas, mas um agente geológico dentre muitos fatores.

As mudanças climáticas vêm sendo provocado por fenômenos naturais ou até mesmo por falta de conscientização dos seres humanos causando muitas discursões por climatologista e pesquisadores tendo como ênfase em descobrir por qual motivo houve um imenso aumento na temperatura mundial, o homem está contribuindo a diversas fontes de dióxido de carbono causado pela indústria, desmatamento e desertificações, ações do efeito estufa na atmosfera, o cultivo de arroz a criação de bovinos tem aumentado o teor de metano e o trafego de automóveis consecutivamente aumenta o teor de ozônio.

Na biodiversidade diversas espécies serão extintas enquanto outras terão que se adaptar aos novos meios climáticos, ou procurar locais mais adequados para a sua sobrevivência. Agricultura com as modificações nos solos com a perda da produtividade haverá prejuízo na segurança alimentar. A falta de água é um dos fatores cruciais para o aumento das doenças entre as populações, o homem também é o principal responsável pelas as ações a fim de evitarmos uma catástrofe global de proporções gigantesca. Sendo assim o homem tem se tornado um dos maiores paradigmas cientifico, pois todos esses problemas que vivenciamos hoje vêm sendo causado há século, no entanto somente agora o mesmo se deu conta disto. Sabemos que os lideres mundiais tem tido preocupação embora não tenham encontrado uma solução real e concreta.

O consumismo exagerado, somado ao aumento populacional no globo terrestre, faz com que existam cada vez maiores indústrias.

Ha varias ações que o homem pode contribuir que ao longo do tempo foi prejudicial de forma continua, com novas ações podem ajudar a Terra começando pela diminuição drástica de emissão  gases  que destrói a atmosfera causando reações climática, controlando as industrias , desmatamento .

É preciso reconstruir nosso sentimento de pertencer à natureza, a esse fluxo de vida de que participamos. Essa mudança de pensamento se dá através da educação ambiental e educação para o consumo. O consumo sustentável tem como objetivo a preservação do meio ambiente de modo que o consumidor também é responsável, repensando as atitudes das empresas que fabricam os produtos, as reais necessidades de consumo, evitando o desperdício e a produção excessiva de resíduos sólidos. Levando em consideração a questão das desigualdades sociais, a publicidade que cria necessidade com relação a produtos nem tão essenciais assim, além da saúde e segurança do consumidor. O lixo hospitalar e resíduos industriais perigosos, em regra, são mandados para os incineradores, que é a queima do lixo. Entre outros hábitos que contribuem para o consumo sustentável. O homem ainda sim e a grande esperança para a restauração e equilíbrio do nosso planeta.

 

(Clezia da Silva Nogueira, graduanda Ciências Biológicas-Modalidade Licenciatura 7º Período pela Universidade Católica de Goiás PUC-GO)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais