Opinião

Bonito é isso aí

Daniel de Melo Costa ,Especial para Opinião Pública

diario da manha

Bonito é a corrupção, o descaso e a impunidade em nosso país. Bonito é o egoísmo que o ser humano tem, que não sabe dividir e compartilhar as coisas. Bonito é a falta de bom senso, é a defesa das vãs vaidades. Bonito é exaltar as coisas ruins, as pessoas imorais, a malandragem, a esperteza. Bonito é quando você precisa da ajuda de alguém e as pessoas se lixam pra isso, pois estão mais preocupadas com a festa de sexta-feira. Bonito é quando você procura emprego e outra pessoa toma o seu lugar, não por mérito, mas por que foi indicada por alguém. Bonito é quando você participa de um certame e perde a vaga, não porque a sua proposta é ruim mas porque alguém subornou o avaliador. Bonito é o conchavo entre pessoas para sabotarem outras que estão aparentemente “atrapalhando” o seu caminho, pois são honestas e para isso mentem, distorcem os fatos, criam pelo em ovo, aumentam as coisas. Bonito é ver pessoas passando fome, em filas de hospitais, sem estudo, sem moradia, enquanto outras estão milionárias e não sabem o que fazer com tanto dinheiro. Bonito é a igreja que mente sobre Deus e usa seu nome para ganhar mais e mais dinheiro. Bonito são pessoas que fingem ser o que não são e adoram manipular a opinião alheia, distorcendo os fatos e mentindo descaradamente.  Bonito é a exploração do mercado de trabalho, escravizando o trabalhador, tirando toda sua força de trabalho, visando somente o lucro acima de qualquer outra coisa, e usando o bordão “manda quem pode e obedece quem tem juízo”. Bonito é achar que preconceito e discriminação se restringem a cor da pele ou opção sexual, quando na verdade estas situações estão presentes em quase tudo na vida. Bonito é achar que quem sofre bullying são apenas adolescentes, quando na verdade o assédio moral é uma coisa constante e presente em todos os campos da nossa sociedade. Bonito são as guerras armamentistas, as ditaduras sanguinárias, a imposição de regimes na base da força. Bonito são esses ditos representantes do povo que só representam a eles mesmos e nunca cumprem o que prometem. Bonito é essa gente medíocre que vende seu voto por um par de botas e pouco se importa com as consequencias de seus atos. Bonito é formar quadrilha pra desviar dinheiro público e ser reeleito no ano seguinte com ampla margem de votos. Bonito é criar organização filantrópica, ajudar algumas pessoas com o dinheiro dos outros e se apropriar de boa parte do que recebe. Bonito é pastor milionário fazer cara de pau na frente da televisão, pedindo o seu dinheiro para fazer falsas pregações da Bíblia ou pedindo dinheiro com a desculpa de ajudar comunidade. Bonito é agredir o seu próximo gratuitamente só para se sentir superior a ele. Bonito é esse orgulho e soberba presente em muitas pessoas que acham que podem tudo e que tem certeza de que são os donos do mundo. Bonito é escandalizar os outros usando de pura maldade, afinal de contas “pimenta nos olhos dos outros é refresco”. Bonito são pessoas fúteis, vazias, consumidoras e magras como dita a televisão. Bonito é quando pessoas puxam o seu tapete para poder se sobressair em algum trabalho, ou para conquistar algum posto. Bonito é quando entramos na justiça para ter nossos direitos garantidos e descobrimos que a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco. Bonito é essa gente covarde que se aproveita das circunstâncias para prejudicar os outros. Bonito é saber que o povo ignorou os mandamentos de Deus e preferiu adorar um deus de mentira, que “diz” apenas o que eles querem ouvir. Bonito é saber que as pessoas preferem se entupir de ilusões ao invés de procurar a verdade. Bonito é passar a perna no outro, fazendo para isso propagandas enganosas, estelionato e cometendo todo tipo de crimes. Vocês querem mais? Acho que ficaria mais linhas falando sobre isso. Afinal de contas eu ainda não disse nada sobre problemas familiares, sobre problemas da economia mundial, sobre assaltos a mão armada, sobre assassinatos, sobre estupro de menores ou sexo com animais, sobre mulheres que adoram tirar a roupa para aparecer e de fato aparecem, sobre a usura com o dinheiro pelos bancos, sobre o adultério e a banalidade do casamento e etc. É muita coisa para um texto só. E o mal, o que se faz com o mal senão eliminá-lo de nossa vida?

Não desejo o mal de ninguém, desejo apenas que se convertam, na forma como esta no velho testamento (Ezequiel 18 20-24): “É o pecador que deve perecer. Nem o filho responderá pelas faltas do pai nem o pai pelas do filho. É ao justo que se imputará sua justiça, e ao mau a sua malícia. Se, no entanto, o mau renuncia a todos os seus erros para praticar as minhas leis e seguir a justiça e a equidade, então ele viverá decerto, e não há de perecer. Não lhe será tomada em conta qualquer das faltas cometidas: ele há de viver por causa da justiça que praticou. Terei eu prazer com a morte do malvado? – oráculo do Senhor Javé. – Não desejo eu, antes, que ele mude de proceder e viva? E, se um justo abandonar a sua justiça, se praticar o mal e imitar todas as abominações cometidas pelo malvado, viverá ele? Não será tido em conta qualquer dos atos bons que houver praticado. É em razão da infidelidade da qual se tornou culpado e dos pecados que tiver cometido que deverá morrer.”

 

(Daniel de Melo Costa, 36 anos, www.manifesto177.com.br, servidor público)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais