Opinião

Caminhada espiritual em casal

Janaina Rigonatto e Claudinei Rigonatto ,Especial para Opinião Pública

diario da manha

 

Nos dias atuais temos acompanhado diversos movimentos de nossa sociedade deturparem os valores familiares e cristãos, essenciais à continuidade da vida. Geralmente as notícias que ganham destaque são relacionadas às tragédias, desastres, assassinatos, corrupção… Pouco se noticia sobre esforços da grande maioria da sociedade que busca viver em harmonia, que procura valorizar a família, a religiosidade e a construção de um mundo melhor para se viver.

Temos a honra de participar de um Movimento Cristão de Casais, que comemorou neste dia 13/05, 65 anos de caminhada no território brasileiro. Falamos do Movimento das Equipes de Nossa Senhora, um movimento Internacional, existente em 86 países, de espiritualidade conjugal.

Foi criado em 1938 quando um jovem Padre francês Henri Caffarel (que está em processo de beatificação) recebeu a visita de uma pessoa que desejava lhe falar sobre sua vida espiritual. Alguns dias depois, ela volta acompanhada do marido. A seguir, esse casal apresenta o padre Caffarel a outros três casais. Repletos de amor e, cristãos convictos, pedem a ele que os guie em busca de viver o seu amor à luz da sua fé.  “Façamos o caminho juntos”, responde-lhes o padre Caffarel, e dessa maneira, o projeto de se reunirem para refletir em comum sobre o matrimônio estava lançado. Pouco a pouco, os olhos destes jovens casais descobrem o lugar privilegiado do casal nos desígnios de Deus. Simultaneamente, fazem experiências de vida comunitária onde se realiza a promessa de Cristo de estar presente. A vida deles progride através da abertura aos outros, na união a Deus, entre os esposos e entre os casais.

O movimento é reconhecido pelo Vaticano como associação privada internacional de fiéis, de direito pontifício, que aprovou seus estatutos. Existente em praticamente todos os Estados, organizado por províncias, regiões e setores. São mais de 3.500 equipes, sendo que na Região Goiás Centro, que abrange Goiânia, Anápolis, Uruaçu e Água Boa já somos 44 equipes, cada uma composta de sete casais e um conselheiro espiritual. (www.ens.org.br)

O objetivo principal do Movimento das Equipes de Nossa Senhora é ajudar os casais a descobrir as riquezas do sacramento do matrimônio e viver uma espiritualidade conjugal. O movimento tem seu carisma e oferece uma metodologia testada e aprovada. Através de seu exemplo, os casais das equipes, querem ser testemunho do casamento cristão na Igreja e no mundo.

Os casais das Equipes de Nossa Senhora contam com a ajuda daqueles que partilham seu ideal e resolvem formar uma “equipe”, porque conhecem a dificuldade de viver como cristãos, além de estarem conscientes da própria fraqueza e da insuficiência de seus esforços isolados.

Parabéns à grande família de casais equipistas pela data festiva, e pela caminhada de amor e felicidade!

 

(Janaina e Claudinei Rigonatto, integrantes da equipe Nossa Senhora)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais