Opinião

Será que vem a reforma?

Paulo Cesar de Oliveira ,Especial para Opinião Pública

diario da manha

 

A tal reforma política deve entrar na pauta do Congresso esta semana. Possivelmente hoje, se suas excelências que compõem a Comissão Especial da reforma aparecerem para votar o relatório do deputado Marcelo Castro, do PMDB do Piauí, um dileto amigo de Eduardo Cunha, presidente da Câmara Federal. Novidades?  Algumas, mas que realmente possam ser chamadas de reforma, que servirão para depurar o ambiente político, não. Com muito boa vontade pode-se dizer que o fim da reeleição talvez agilize o processo de renovação na política. Colocar freio na corrupção, isto ela não fará. A corrupção eleitoral é antiga e sobreviveu com galhardia durante as muitas décadas em não existia a reeleição. Talvez até com mais robustez, pois quem está no poder quer, ou precisa fazer seu sucessor e, com a chave do cofre investe muito pesado nisto. O curioso é que as excelências nem se enrubescem por deixarem de fora da proposta mecanismos que limitem o número de mandados parlamentares. Mais, querem o “distritão”, com a eleição dos mais votados, independentemente das legendas. Bingo! Com o toma lá dá cá da política a tendência será a perpetuação dos que já têm mandato e mais, o aumento da corrupção. Quem quiser renovar nomes, terá que investir pesado para desbancar os ungidos. OU alguém acredita mesmo que esta história de doações apenas a partidos vai vingar. Todos eles que se apresentam como reformadores da política sabem muito bem que a parte visível da campanha é o mais barato. Caro é a compra de apoio, o que se faz por debaixo dos panos. Para finalizar: vão mexer na forma da eleição. Ninguém pensa em mexer também na forma de escolha dos candidatos? Este sim é o grande problema da política. Basta olhar nos Parlamentos e nos Executivos para ver quantos condenados estão lépidos e fagueiros cumprindo mandatos, quando deveriam estar na cadeia.

 

(Paulo Cesar de Oliveira – jornalista e diretor-geral das revistas Viver Brasil e Robb Report)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 22:23

Brasília – Prazo de validade vencido

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar