Opinião

Crime e castigo

diario da manha

Vejamos o que está acontecendo hoje no País em relação aos crimes e castigos, lembrando Dostoiévski. Após demorado processo judicial, o criminoso é condenado a ter sua liberdade restrita, sendo então enviado a um estabelecimento do sistema prisional, qualificado, pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, responsável pelo seu funcionamento, como verdadeiras escolas do crime. Lá, o nosso meliante, com o conhecimento adquirido, encontra, ainda segundo a mesma autoridade, meios de controlar a violência daqui de fora. Ou seja, ao invés de puni-lo com a reclusão que o impediria de cometer outras ações criminosas, constata-se que, agora de certa forma protegido pelo muros prisionais, ele passa a ser um agente alimentador do tormento que vem cada vez mais ameaçando a sociedade, tudo isso reconhecido passivamente por quem deveria estar atuando com máximo empenho para reverter o processo. Há meios de sair desse labirinto dos horrores? O prognóstico é sombrio. No caso de Raskólnikov, personagem autor do crime, criado pelo escritor russo, em seu maravilhoso romance Crime e Castigo, o tempo passado na Sibéria isolou o condenado e o transformou num cidadão útil. Hoje, uma Sibéria seria inaceitável mas o imenso aparato tecnológico de que se dispõe, pode contribuir para um salutar isolamento.

(Paulo Roberto Gotaç, via e-mail)


O Congresso dos corruptos

lula

Lula está se aproveitando para malhar a imprensa durante o 5º Congresso do PT na Bahia. Se há alguém que sempre esteve e está na mídia é Lula. Ele adora um holofote, tanto é verdade que ainda não conseguiu largar o osso. Ele  adotou a estratégia de bater nos meios de comunicação porque em alguns casos, certos veículos amedrontados com as críticas recuam e ele se sente vitorioso. Em primeiro lugar esse ambiente onde está sendo realizado o encontro deveria estar cercado pela Polícia Federal. O PT é hoje declaradamente, o partido mais corrupto e venal de que se tem notícia. Jornais e tevês  que se prezam deveriam dar de ombros a esses corruptos que tanto mal têm feito à nação. O fato é que enquanto a elite vermelha se refastela na Bahia, os trouxas trabalham para pagar a conta da incompetência. Felizmente seu discurso está esvaziado, essa choradeira do nós contra eles não pega mais. Lula vá  chorar nos braços das empreiteiras. Vocês se merecem.

(Izabel Avallone, via e-mail)


 

PT x PMDB

Esta briga entre PT e PMDB em resumo é de um ridículo sem precedentes. Envolvidos em escândalos até o pescoço, brigam em público, mas nos esgotos do poder se compõem. Um não vive sem o outro. É difícil determinar quem é o pior. Duvido e desafio se separarem. São irmãos siameses e o risco de separação podem levar ambos ao fim.E infelizmente quem paga pelos seus desmandos é a população.

(Paulo Henrique Coimbra de Oliveira, via e-mail)


 

PTB rebela-se

jovair

Segundo manchete do DM, na edição do dia 17 de junho, o PTB, Partido Trabalhista Brasileiro, será um partido independente nas eleições de 2016. Ou seja, vão fazer alianças com todos os partidos em Goiás. É claro que quem oferecer mais vantagens. Eu já disse várias vezes e continuo dizendo, a grande maioria dos partidos no Brasil, e o PTB é um deles, não tem ideologia política e são vendáveis. Para levar vantagens, caminham com Deus e o diabo. Nas eleições do ano passado não foi diferente. O PTB apoiou o PSDB para governo de Goiás e o PT para presidente. Agora, admite fazer alianças, até mesmo com o PT e o PMDB em 2016. Se não tivermos uma reforma política séria, e acabar com pelo menos 80% dos partidos existentes, teremos sempre, essa falta de vergonha entre eles.

(Geraldo S. Ribeiro, via email)


 

Double Face

dilma

A presidente Dilma, falando em nome dos Bolivarianos, liderança aparentemente não outorgada pelos demais membros, tentou vender, em Bruxelas, aos líderes da União Europeia (UE), com pouca chances de ser bem sucedida, face às crises nos governos companheiros da Argentina e Venezuela, as potencialidades do Mercosul, procurando persuadir os europeus da pujança comercial do grupo, acenando ainda com a possibilidade de assinatura ainda este ano de acordo comercial amplo. Dentro da mesma linha de guia espiritual da comunidade latino americana, anunciou ser inadmissível qualquer interferência em relação aos acontecimentos de amordaçamento e repressão que vêm ocorrendo na Venezuela de Maduro, cujo governo mantém presos representantes da oposição e profissionais de telecomunicações que não rezam de acordo com a cartilha oficial. Tais atitudes, apoiadas, por omissão, por Brasília, estão a merecer críticas contundentes, com ameaças de sanções, da comunidade internacional, guiada por preceitos democráticos e de direitos humanos, imperativos, aliás, expressos nos regimentos do próprio Mercosul, dos quais o Brasil é signatário, embora, tenha tomado, em 2012, iniciativas contra o governo Paraguaio, expulsando-o do grupo, quando ele, através do seu Senado, usando de dispositivos previstos na constituição, defenestrou, por “mau desempenho”, o estranho Bispo Fernando Lugo que rezava pela cartilha Bolivariana. Contradições de uma politica externa sonsa, “double face”, a mesma que já defendeu o diálogo com o Estado Islâmico e que, com manobras constrangedoras, angariou para o país a melancólica alcunha de “anão diplomático”.

(Paulo Roberto Gotaç, via e-mail)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais