Opinião

Dengue e viroses!

diario da manha

As viroses que atacam o trato intestinal causando diarreia são comuns e debilitantes. Alguns idosos perderam peso e foram internados em hospitais da cidade. Como não observar os casos se as emergências hospitalares estão sempre lotadas de pessoas com viroses. Cabe ao governo estadual e municipal não fugir das epidemias de dengue e viroses e enfrentar o problema como ele é, isto é, de cunho emergencial e urgente.

(Paulo R. Girão Lessa, via e-mail)


 

Maioridade penal e as drogas

arma

Vergonhosa a apatia e a covardia da Câmara dos Deputados e do Senado federal ao adiarem e possivelmente rejeitarem a redução da maioridade penal. Dessa forma ignoram solenemente os votos e o desejo de milhões de brasileiros que estão cansados de assistirem bandidos mirins roubando, estuprando e cometendo barbaridades e impunemente rindo da sociedade. Algumas pessoas argumentam que o sistema penitenciário é escola do crime, mas ignoram o fato desses menores sempre estarem na companhia de adultos praticando ou acobertando diversos delitos. É importante ressaltar que nem os pais ou responsáveis conseguem impedir a fúria destrutiva desses sujeitos e na maioria das vezes a próprias famílias se tornam vítimas ocultas, rejeitadas pela sociedade e ignoradas pelo poder público. Alguns argumentam falta de vagas nos presídios, porém desconhecem o fato de 1/4 das vagas estarem sendo ocupadas por pessoas apreendidas devido ao uso ou comércio de drogas, portanto é oportuno e estratégico votarem a legalização das drogas, dessa forma liberando vagas aos menores e permitindo que as forças de segurança tenham mais tempo para ocuparem dos crimes contra a vida e o patrimônio. É inconcebível e animalesco que no século XXI tenhamos que ocupar pessoas, dinheiro e uma mega estrutura para punir as pessoas que usaram drogas, enquanto as farmácias vendem drogas receitadas por médicos que transformam pessoas em zumbis e geram lucros astronômicos aos laboratórios.

(Daniel Marques – historiador, via e-mail)


 

Um Jô farsante

jo

Confesso que não deu para entender o que o humorista/entrevistador Jô Soares quis passar para o povo brasileiro ao entrevistar Dilma Rousseff diretamente do Palácio da Alvorada, em Brasília, quando é sabido que suas entrevistas são sempre realizadas com auditórios repletos de convidados para aplaudirem, rirem ou vaiarem os entrevistados. Certamente, para a maioria dos seus admiradores, que ficou acordada até a madrugada para assistir a tão anunciada entrevista, a decepção que começara quando ele trocou o SBT pela Globo ficou ainda maior. A decepção contagiou brasileiros e brasileiras da Serra do Caburaí ao Chuí. Uma propaganda política descarada e atrevida. Uma farsa que certamente vai levar o Jô, oportunista e interesseiro, para uma decadência total e irreversível. De uma coisa temos certeza, no Jô que tinha o Max Nunes como diretor e roteirista, essa entrevista teria acontecido em condições normais, no auditório.

(Leônidas Marques, via e-mail)


 

Biografias não autorizadas

Parabéns ao STF, que lavou a alma junto ao povo brasileiro, ao julgar o caso das biografias não autorizadas pelos biografados. Uma lavada de 9 x 0 em favor da Liberdade  de Expressão. Sorte do Roberto Carlos, que não foi ao STF, porque não tinha tapete vermelho, e sim marrom, cor que o cantor acredita  trazer mau agouro e trouxe mesmo para ele. Pior para seu advogado, o mesmo que defende a turma do Mensalão e Petrolão, um tal Kakay, caiu junto com a lavada em pleno JN. Vergonha para Caetano, Gil, Djavan, que formavam o clube dos Contra, agora terão que engolir a seco as biografias de quem quiser fazer. Porém, acredito que, pelo andar da carruagem, não haverá interessados, já eram. Vitória da Liberdade de Expressão. Faço minhas as palavras da ministra Carmem Lúcia. Não é calando que se consegue cumprir a Constituição. A produção de obras biográficas ou de audiovisuais independente de autorização prévia dos biografados ou seus herdeiros. Segunda vitória do povo brasileiro, a  primeira foi com o grande Joaquim Barbosa no julgamento do Mensalão, agora essa de 9 x 0 com a Liberdade de Expressão.

(Jose Pedro Naisser, via e-mail)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais