Opinião

Servir, o ideal rotário

Eurico Barbosa ,Especial para Opinião Pública

diario da manha

 

Na noite de anteontem, no Restaurante Kananxuê, o Rotary Clube de Goiânia Serra Dourada, em reunião festiva, prestigiada por vários outros clubes, empossou nova diretoria. Encerrou-se, outra vez com êxito, o segundo mandato presidencial de Francisco Antônio Filho. A presidência foi assumida promissoramente pelo moço Leandro Freire. Os demais cargos continuam em mãos atuantes. Aliás a marca desse clube, cuja existência vem desde 1994 é a de ser eminentemente atuante. Em sua trajetória ressaltam-se serviços sociais, entre eles mutirões de saúde em periferias goianienses, intercâmbio de jovens estudantes com países de vários continentes, interação com clubes coirmãos, úteis palestras enfocando temas de interesse cultural e científico, enfim um trabalho altamente meritório a justificar os objetivos de Rotary.

Certa vez escrevi:

“O homem tem uma natureza associativa, um espírito gregário. Ilhar-se, viver sedentariamente, é contra a natureza e as necessidades psíquicas da pessoa humana. Todos nós temos mínimas dependências. Não somos interdependentes apenas nas relações econômicas. Aristóteles, ao definir o homem como animal social, sublinha a essência de que a transgressão dessa lei natural – vida comunitária, social, associativa, o inelutável processo de interação social de que nos fala a Sociologia – será uma transgressão que não escapa, como de resto não escapam todas as violações das leis naturais, àquelas sanções irrecorríveis e infelizmente encontradiças nas sociedades humanas – desajustes, recalques, neuroses, psicoses ou meros fracassos individuais.

Viver egoisticamente é agir em proveito exclusivamente pessoal. O pensamento está voltado unicamente para o próprio interesse. Viver egocentricamente é fazer de si mesmo o centro de todo o próprio pensamento.

O contrário é atitude mental de servir.

Servir é o verbo do lema rotário. Não há ação mais abrangente do que dar concretitude a esse verbo.”

Ainda muito moço, a partir dos 27 anos, tive a oportunidade, no Rotary Clube de Morrinhos, a cujo quadro de fundadores pertenci, de sentir de perto a experiência gratificante da sempre positiva ação rotária. Essa vivência contribuiu para que ao se constituir o Rotary Clube de Goiânia Serra Dourada pudesse eu formular esta oração que o clube adotou: “Senhor: inspirai e concedei sempre, a cada um de nós em particular e a todo nós como comunidade rotária, fraternidade para unir, alegria para reunir, ideal para servir, eficiência e ética para trabalhar, companheirismo para conviver.”

Sobre o ideal de servir afigura-se-me sobremaneira válido evocar este belo poema da grande poetisa chilena Gabriela Mistral:

“Toda a natureza é um desejo de serviço.

Serve a nuvem, serve o vento, servem os vales.

Onde haja uma árvore para plantar, planta-a tu;

Onde haja um erro para emendar, emenda-o tu;

Onde haja um erro para emendar, emenda-o tu;

Sê aquele que afasta a pedra do caminho,

o ódio dos corações e as dificuldades de um problema.

Existe a alegria de ser bom e o prazer de ser justo;

Existe, sobretudo, a sublime, a imensa alegria de servir.

Como seria triste o mundo se tudo já estivesse feito;

se não houvesse um roseiral para plantar,

uma empresa que iniciar!

Que não te atraiam somente os trabalhos fáceis.

É tão belo fazer uma tarefa que outros recusam!

Mas não caias no erro de que só se conquistam méritos,

com os grandes trabalhos; há pequenos serviços que são

imensos serviços: adornar a mesa, arrumar as cadeiras, espanar o pó.

Aquele é o que critica, este é o que destrói;

Sê tu o que serve.

O serviço não é só de seres inferiores.

Deus, que dá o fruto e a luz, é o primeiro a servir.

Poder-se-ia chama-lo assim: o servidor.

E Ele tem os olhos em nossas mãos, nos pergunta todo dia:

Serviste hoje? A quem?

À árvore, ao teu amigo ou aos teus familiares?”

 

(Eurico Barbosa, escritor, membro da AGL e da Associação Nacional de Escritores, advogado, jornalista e escreve neste jornal às quartas & sextas-feiras – E-mail: [email protected])

 

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 22:23

Brasília – Prazo de validade vencido

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar