Opinião

Bom atendimento agrada a qualquer um

diario da manha

Dias destes, precisando de um documento junto á Receita Federal, para lá me dirigi com esta finalidade.

Da entrada fui recebido por uma Secretária simpática, indagando-me do que precisava. Mostrei a ela o que estava procurando obter naquela Repartição.

Dirigiu até aos fundos, separada por um  biombo, e logo me levou á presença de uma senhora um pouco sisuda, com poucos sorrisos e informei-lhe da minha necessidade.

Esta me disse que deveria procurar um Contador para iniciar, junto á Internet, minha senha para obtenção de um documento de receita para pagamento do valor devido ao que eu devia.

Procurei tal Contador, mas não fiquei satisfeito com a sua recepção, fui ao encalço de outra pessoa e assim consegui tal senha.

Voltei novamente á Receita.

A mesma Secretária e o envio de minha pessoa àquela senhora. Desta vez, esta estava com um Estagiário, e a minha recepção foi mais do que excelente.

Ví naquela figura uma simpatia impar. A primeira impressão que esta me passou, foi pelos ares, tal o seu procedimento nesta ocasião.

Ela estava instruindo o Estagiário e o meu pedido foi uma válvula inicial para que esta procedesse o ensino ao jovem rapaz.

Já nesta oportunidade fiquei sabendo de seu nome, Edna, bem como o Estagiário, Leandro.

No procedimento de verificar o meu cadastro e ficar registrado todo o meu querer, as explicações ao referido jovem serviu também para mim.

Como uma professora de nível universitário, ministrando uma aula para um aluno atento, bem como um outro curioso que era eu, muita coisa daquele aprendizado ficou gravado na minha mente. Só tem um problema, sei usar muito pouco o computador.

Mas também, pudera, não vou necessitar daquelas lições todas.

No entanto, a figura da Edna ficou gravada no meu subconsciente de que não é a primeira impressão que a gente conhece as pessoas.

Após a primeira ida á presença da Edna, e a sequências de idas, fiquei sabendo que a mesma é Supervisora da Receita Federal em Caldas Novas, e com o seu vasto conhecimento nas instruções ao Leandro, posso afirmar que esta é uma funcionária nota DEZ, pelo vasto conhecimento que demostrou naquelas oportunidades em que estive em sua presença.

É aquele negócio, meu querido cara pálida, o ditado de que “as aparências enganam”, ficou bem colocado neste meu encontro com a Edna, junto á Receita Federal.

E aproveito esta minha crônica para confessar àquela pessoa, que sua simpatia transparece quando conhece as pessoas.

Mas no entanto, fica, também registrado, que a primeira impressão pode, por vezes, condenar uma pessoa.

 

(Orimar de Bastos, juiz de Direito aposentado, advogado militante em Caldas Novas, membro da Academia Tocantinense de Letras, ocupante da Cadeira n° 33 e membro da Academia de Letras e Artes de Piracanjuba-GO e Cidadão Caldas-novense – E-mail: [email protected])

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais