Opinião

Sabatina do Janot

diario da manha

Assistindo à sabatina do procurador Rodrigo Janot, não posso deixar de registrar o quanto o PT está revoltado por estar nesse lamaçal da corrupção. Convém destacar que quem assaltou os cofres da Petrobrás foi o governo do PT, com a ajuda do PP e do PMDB como sinalizam as investigações da Lava Jato. Mas na ótica petista, se eles forem para o buraco querem levar a oposição. Ora essa, para roubarem não precisaram da oposição, para irem ao buraco buscam companhia? Cabe destacar também pronunciamentos pífios e acusatórios do PT, medíocres no que se referiu a sabatinar do procurador e oportunistas ao se queixarem, como se viu nesse circo de horrores. A sociedade brasileira espera que o Procurador faça Justiça e puna os verdadeiros envolvidos. Para isso, basta que o Procurador aja com independência e não fraqueje frente aos apelos dos canalhas que se escondem quando buscam apoiar essa ou aquela nomeação. E como bem disse, o Procurador o que impacta o PIB são os crimes da Petrobras, portanto, é preciso que se puna o chefe da quadrilha.

(Izabel Avallone, via e-mail)


Espetáculo degradante

Leônidas Marques

Ridículos e importunos os questionamentos do senador Collor de Mello ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, durante a sabatina para reconduzi-lo por mais dois anos à frente da PGR. Um questionamento de agressividades e deboches programado com antecedência para tirar o sabatinado do sério, certamente com o conhecimento de muitos senadores. Um espetáculo degradante para os ouvidos do povão. Confesso que durante todo o tempo em que assisti a sabatina não vi um só senador retorquir as criticas de Collor, por quê? Medo, ou teriam os senadores a pretensão de colocá-lo futuramente na presidência da Casa? Para o povo brasileiro, Collor já deveria estar num hospício ou em Guantánamo.

(Leônidas Marques, via e-mail)


 

O amor cura o drogado

Paulo Roberto Girão Lessa

As drogas são feridas que devem ser curadas em nosso corpo, isto é, em nossa sociedade. O crack, álcool, fumo e outras drogas estão matando uma juventude e um povo que entrega-se a um caminho de difícil volta. Vamos apoiar as instituições e grupos de autoajuda que trabalham com a recuperação dos drogados. Mas vamos trabalhar na prevenção do uso abusivo de drogas também. Quem ama não mata! O drogado está matando a si mesmo. Só o amor pode livrar os irmãos desta autodestruição. Jesus Cristo, exemplo de equilíbrio e harmonia, pode nos ajudar nesta regeneração.

(Paulo Roberto Girão Lessa, via e-mail)


Faltou decoro

Josuelina Carneiro

O destempero verbal e emocional do senador Collor quando se referiu ao procurador-geral Rodrigo Janot, foi falta de decoro parlamentar, desrespeito à Casa e principalmente para com aqueles que o trouxeram de volta à vida pública.

(Josuelina Carneiro, via e-mail)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 22:23

Brasília – Prazo de validade vencido

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar