Opinião

Jesus, a diferença na História

diario da manha

Dentre as personalidades mais fascinantes de nossa História e que nos instiga até hoje passados mais de 2000 anos de seu nascimento é Jesus de Nazaré, não há e não houve outra pessoa que transformou tanto com as nossas vidas como Jesus que ensinou o caminho da verdade, da bondade e do amor a todas as pessoas o caminho que todos devemos seguir para sermos pessoas melhores no mundo, mudando a sociedade.
Jesus é um paradigma da História, ele mudou todos os conceitos ultrapassados que existia como a lei do Talião olho por olho dente por dente, o código de Hamurabi da mesopotâmia, hoje Iraque, ou seja, que o semelhante deveria fazer com o outro semelhante o que ele fez, ou seja, pregava a lei da vingança. Jesus ao contrário rompeu com isso e ensinava o amor ignorado por aquelas pessoas daquela época e também por algumas pessoas de hoje que se acham melhores que as outras, por terem sua classe social, econômica e política esquecendo que Jesus veio para mostrar simplicidade que deve ser o norte da nossa vida que devemos seguir.
Jesus é tão importante que a contagem dos tempos, dos séculos, dos anos se modificou em função de seu nascimento, pois o seu nascimento marca o ano I da era Cristã, ou seja, o começo dos anos que conhecemos hoje e a sua contagem, com seu nascimento muda-se o conceito de História e o cristianismo modifica os continentes por onde passa, sendo perseguidos os seus seguidores e ganhando mais adeptos.
Foi o que aconteceu com o Império Romano que antes eram perseguidos os cristãos tirando as suas vidas, mas que tempos depois se tornou religião oficial do império, pois o império estava dando sinais de enfraquecimento, pois até os militares romanos estavam se convertendo e não queriam participar das barbáries cometidas contra os cristãos.
Jesus é olhar diferente para a humanidade, é o amor de bondade de Deus que vem até nós, lembrar do seu amor paternal, enquanto os poderosos do mundo brigam pelo poder político, social, econômico, Jesus nós ensinou o contrário o ensinamento da simplicidade, olhar para o próximo vendo nosso irmão sendo seu servidor, servir ao próximo sem pensar em nada em troca pensando somente em fazer o bem.
Jesus ontem, hoje e sempre seus ensinamentos são passados de geração em geração sua vida deve ser modelo para todos nós, pois seu amor está presente quando olhamos para o irmão, quando desejamos uma sociedade justa e um mundo melhor sem desigualdades sociais tão latentes em nossa sociedade contemporânea.
Em suma Jesus reflexão que deve ser olhada não apenas do ponto de vista espiritual, mas do ponto de vista humano, pois Jesus se humanizou e veio morar entre nós sendo a diferença na história e nos passando ensinamentos que serão perpetuados até a nossa vida eterna.

(Ruy da Penha Lôbo, graduado em Letras Espanhol – UCG – Hoje PUC Goiás – blog http://imruy.blogspot.com twitter: @ penha Lobo – residente em Bonfinópolis-Goiás)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais