Opinião

Não desperdice oportunidades

diario da manha

Na Bíblia Sagrada aprendemos que muitos são os chamados, porém, poucos serão os escolhidos. Muitos cristãos, lamentavelmente, perdem excelentes oportunidades para se dar bem na vida, e para crescer em Jesus Cristo.
Em Genesis 11:26, lemos que Tera viveu setenta anos e gerou a Abrão, a Naor e a Harã. Harã foi o pai de Ló, e morreu na terra de seu nascimento, isto é, em Ur, na Caldéia, estando seu pai Tera, ainda vivo.
Ur era terra de gente idólatra, então Deus disse a Tera para sair daquela terra e dirigir-se a Canaã. E Tera obedeceu a Deus, e com sua família, deixou Ur rumo a Canaã. Viajaram e chegaram a um lugar chamado Harã, o mesmo nome de seu filho que foi sepultado em Ur. O significado de Harã é encruzilhada, e Tera se viu confrontado com a morte de seu filho, razão porque decidiu permanecer ali e não continuar sua viagem a terra prometida por Deus.
Veja, Tera ficou paralisado ao alcançar a localidade de Harã. Todos nós, em algumas ocasiões de nossa vida, poderemos ficar paralisados pelas circunstâncias que nos envolvem, e nos vemos em encruzilhadas. E precisamos decidir qual caminho seguir. Se decidirmos pelo caminho errado pagaremos o preço dessa decisão, mas precisamos decidir sem postergar demasiado porque as dúvidas paralisam as pessoas, e não raro, comprometem o seu futuro.
Tera comprometeu o seu futuro porque interrompeu sua viagem determinada por Deus, de tal sorte que Deus delegou a Abrão a promessa de chegar a Canaã.
E Abrão levou seu sobrinho Ló, porque este era órfão e Abrão, como patriarca da família, tinha o dever de proteger a Ló.
Nós, cristãos, sabemos que Deus preparou o céu, para que morássemos nele. O céu, prezado leitor, é a nossa Canaã, a nossa terra prometida. E Jesus, nosso irmão mais velho, morreu na cruz para que tivéssemos a oportunidade de alcançar a nossa Canaã.
Mesmo assim, muitos são assolados por dúvidas sobre acontecimentos passados, e tais dúvidas confundem, e deixam indecisos verdadeiras multidões que se deparam com encruzilhadas.
Muitos esperam o amanhã para decidir algo, sem discernir e sem atentar que o amanhã não existe, ou seja, o amanhã é apenas uma promessa de Deus em nosso viver. Sim, porque se a morte o alcançar hoje, o seu amanhã nunca acontecerá. Pense nisso.
E a morte, muitas vezes, vem sem nenhum aviso prévio. E daí acabou sua vida física.
Ainda, como seres viventes, somos conscientes que nossa vida pode mudar radicalmente, de um instante para outro. E, pior, sem que tenhamos nenhuma ingerência sobre isso.
Ora, a vida é assim, e é por isso mesmo que não podemos perder oportunidades, considerando que amanhã, ou num futuro breve, teremos outras oportunidades.
Meu tio Ancelmo Fontana, ensinava com frequência, que não podemos deixar o cavalo passar encilhado, sem montar nele. Era um sábio!
Deus pediu a Tera para sair de Ur rumo a Canaã, e ele perdeu a oportunidade porque ao se confrontar com a morte do filho na localidade de Harã, se entristeceu e deixou que a depressão o paralisasse, e o dominasse. Não controlar sua mente deixou o pai de Abrão paralisado por cento e trinta e cinco longos anos, uma vez que Tera morreu aos duzentos e cinco anos de idade.
Qualquer homem, qualquer mulher, ao longo de sua vida, toma decisões certas e erradas. As decisões erradas, sempre trazem dor e sofrimento, porém, jamais fique preso ao passado. Nunca permita que acontecimentos passados influenciem o seu cotidiano, porque assim não haverá como viver o propósito de Deus em nossas vidas.
E nesse tempo de Páscoa, entenda o significado deste acontecimento, ao ler Êxodo, capítulo 12.
Com meu carinho, desejo uma santa páscoa a todos!

(João Antonio Pagliosa. www.palestrantejoaopagliosa.blogspot.com.br)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 22:23

Brasília – Prazo de validade vencido

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar