Opinião

Dificuldades de aprendizagem

diario da manha

Na Or­ga­ni­za­ção pa­ra a Co­o­pe­ra­ção e De­sen­vol­vi­men­to Eco­nô­mi­co (OC­DE), 30% dos alu­nos de Ma­te­má­ti­ca, Lei­tu­ra e Ci­ên­cia apre­sen­tam di­fi­cul­da­des de apren­di­za­gem em pe­lo me­nos uma des­sas áre­as.  Es­ses nú­me­ros per­ma­ne­cem inal­te­ra­dos há cer­ca de 20 anos, em­bo­ra es­co­las des­ses paí­ses te­nham re­ce­bi­do um com­pu­ta­dor pa­ra ca­da dois alu­nos.  Is­so pro­va que te­mos de aper­fei­ço­ar o em­pre­go des­sas tec­no­lo­gi­as, pa­ra evi­tar o des­per­dí­cio.  Acon­se­lha-se uti­li­zar uma apren­di­za­gem per­so­na­li­za­da e di­gi­tal.  É o ca­mi­nho do su­ces­so, pa­ra evi­tar que se am­pli­em as de­si­gual­da­des na edu­ca­ção.  O cha­ma­men­to vi­sa es­pe­ci­al­men­te à con­sci­ên­cia dos pro­fes­so­res.

O Fó­rum Na­ci­o­nal de Apren­di­za­gem Pro­fis­si­o­nal re­co­nhe­ce que hou­ve sig­ni­fi­ca­ti­vas al­te­ra­ções des­de o ad­ven­to da Lei nº 10.097/2.000, que mo­di­fi­cou a Con­so­li­da­ção das Leis do Tra­ba­lho (CLT). Num pa­ís que es­tá com 12,3 mi­lhões de de­sem­pre­ga­dos, é im­por­tan­te cu­i­dar da de­man­da de ado­les­cen­tes por pro­fis­si­o­na­li­za­ção, exi­gin­do ações in­te­gra­das en­tre o Es­ta­do e a so­ci­e­da­de ci­vil, a par­tir de um no­vo con­cei­to de apren­di­za­gem.

Re­co­nhe­ce o Fó­rum que a qua­li­fi­ca­ção an­tes atre­la­da à for­ma­ção de mão-de-obra pas­sou a ser mais abran­gen­te. Pe­de-se um pro­gra­ma com fo­co na for­ma­ção in­te­gral do apren­diz.

Den­tre as prin­ci­pa­is ino­va­ções da lei nº 10.097/2.000, po­de­mos ci­tar a ex­ten­são da obri­ga­to­ri­e­da­de do cum­pri­men­to da co­ta de apren­di­zes, de 5% a 15% dos tra­ba­lha­do­res em fun­ções que de­man­dam for­ma­ção pro­fis­si­o­nal, e tam­bém a in­clu­são das es­co­las téc­ni­cas e en­ti­da­des sem fins lu­cra­ti­vos, que te­nham por ob­je­ti­vo a as­sis­tên­cia ao ado­les­cen­te e a edu­ca­ção pro­fis­si­o­nal. Es­se item cha­ma pa­ra o se­tor da edu­ca­ção os cui­da­dos com o en­si­no téc­ni­co, o que exi­gi­rá uma sé­rie de pro­vi­dên­cias fun­da­men­tais pa­ra que tu­do dê cer­to.

Já a ca­mi­nho des­sas al­te­ra­ções, nos úl­ti­mos 12 anos, qua­se 3 mi­lhões de jo­vens fo­ram be­ne­fi­ci­a­dos, ca­rac­te­ri­zan­do o pro­ces­so por dois as­pec­tos es­sen­ci­ais: a in­te­rio­ri­za­ção e a de­mo­cra­ti­za­ção do aces­so, com a im­plan­ta­ção de inú­me­ros po­los no in­te­ri­or dos es­ta­dos.

Is­so tu­do en­vol­ve a in­clu­são da apren­di­za­gem na área do des­por­to e a cri­a­ção do sis­te­ma de co­tas so­ci­ais, por meio de no­vo ins­tru­men­to le­gal, que é o De­cre­to nº 8.740/2016. Sem dú­vi­da, po­de­mos con­cor­dar com o fa­to de que a Lei da Ter­cei­ri­za­ção e a pro­me­ti­da Re­for­ma do En­si­no Mé­dio po­dem en­se­jar mo­di­fi­ca­ções em to­dos es­ses pro­pó­si­tos, mas eles não tra­rão efei­tos ne­ga­ti­vos se fo­rem ana­li­sa­dos sob o pris­ma da apren­di­za­gem cor­re­ta, co­mo se de­ve fa­zer.

O que é in­dis­cu­tí­vel é que há uma cres­cen­te de­man­da de mão-de-obra qua­li­fi­ca­da. O que tor­na a pro­fis­si­o­na­li­za­ção pri­o­ri­tá­ria, va­lo­ri­zan­do a es­co­la­ri­da­de e a apren­di­za­gem. Que­re­mos am­pli­ar as opor­tu­ni­da­des de em­pre­go dig­no, com o in­dis­pen­sá­vel cres­ci­men­to eco­nô­mi­co de que ca­re­ce a na­ção. Na ver­da­de, que­re­mos al­can­çar o ple­no em­pre­go pa­ra ho­mens e mu­lhe­res, in­clu­si­ve pa­ra jo­vens com de­fi­ci­ên­cia, até o ano de 2030, com re­mu­ne­ra­ção igual pa­ra tra­ba­lhos de igual va­lor. To­dos de­ve­mos nos em­pe­nhar no al­can­ce des­sa ins­tru­men­ta­ção de jus­ti­ça so­ci­al.

 

(Ar­nal­do Niski­er da Aca­de­mia Bra­si­lei­ra de Le­tras, Dou­tor Ho­no­ris Cau­sa da Uni­Rio e pre­si­den­te do  CI­EE/RJ)

 

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 22:23

Brasília – Prazo de validade vencido

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar