Opinião

Os olhos, a janela da alma

diario da manha

Vi­são é o nos­so prin­ci­pal con­ta­to com o mun­do ex­ter­no e pre­ci­sa de cui­da­dos fre­quen­tes. Nos­sos olhos são ór­gã­os mui­to es­pe­ci­ais.Tra­ba­lhan­do em es­trei­ta sin­to­nia com o cé­re­bro, eles nos per­mi­tem ex­pe­ri­men­tar nos­so am­bi­en­te co­mo ne­nhum ou­tro ór­gão é ca­paz. Eles tam­bém re­fle­tem sen­ti­men­tos co­mo fe­li­ci­da­de, es­tres­se ou can­sa­ço. Ao fa­lar­mos de sa­ú­de dos olhos pre­ci­sa­mos es­tar aten­tos a uma sé­rie de sin­to­mas que po­dem pas­sar des­per­ce­bi­dos.

Mes­mo que al­gu­mas pes­so­as se sin­tam jo­vens e dis­pos­tas é na­tu­ral do en­ve­lhe­ci­men­to sur­gi­rem al­guns pro­ble­mas e por is­so pre­ci­sa­mos cu­i­dar dos olhos des­de ce­do.

Es­ses cui­da­dos de­vem co­me­çar no pré-na­tal, quan­do a mãe pre­ci­sa se ava­li­ar a imu­ni­da­de con­tra a ru­bé­o­la e to­xo­plas­mo­se. Is­so por­que, po­dem cau­sar ce­guei­ra e tran­stor­nos neu­ro­ló­gi­cos no fe­to. Já após o nas­ci­men­to, nos pri­mei­ros di­as de vi­da, é ne­ces­sá­rio re­a­li­zar a pri­mei­ra ava­li­a­ção of­tal­mo­ló­gi­ca com o “Tes­te do Olhi­nho” pa­ra ve­ri­fi­ca­ção de al­te­ra­ções ocu­la­res no re­cém nas­ci­do.

Já na ida­de es­co­lar é cos­tu­me des­co­brir os pri­mei­ros pro­ble­mas de vi­são e os mais co­muns são a mi­o­pia, hi­per­me­tro­pia e as­tig­ma­tis­mo e, nor­mal­men­te são des­co­ber­tos após quei­xas cons­tan­tes de do­res de ca­be­ça, olhos ver­me­lhos, co­cei­ra e can­sa­ço vi­su­al. Por is­so mui­tas ve­zes os alu­nos po­dem ter o ren­di­men­to pre­ju­di­ca­do. Ou­tro pro­ble­ma que es­tá sen­do dis­cu­ti­do pro­fun­da­men­te no meio mé­di­co é o apa­re­ci­men­to de pro­ble­mas ocu­la­res por cau­sa do uso con­tí­nuo de no­vas tec­no­lo­gia. Ado­les­cen­tes e cri­an­ças es­tão pas­san­do mui­to tem­po uti­li­zan­do ce­lu­lar, com­pu­ta­do­res, no­te­bo­ok e jo­gos ele­trô­ni­cos, po­den­do de­sen­vol­ver mi­o­pia ou mes­mo olho se­co.

Na ma­tu­ri­da­de po­de apa­re­cer o au­men­to da pres­são ocu­lar, que po­de le­var ao glau­co­ma, uma do­en­ça si­len­cio­sa que, quan­do não tra­ta­da, le­va à ce­guei­ra ir­re­ver­sí­vel. A par­tir de 50 anos as do­en­ças mais co­muns são a de­ge­ne­ra­ção ma­cu­lar, a ca­ta­ra­ta e a re­ti­no­pa­tia di­a­bé­ti­ca. Se­gun­do a Or­ga­ni­za­ção Mun­di­al da Sa­ú­de (OMS), em 2020 exis­ti­rão cer­ca de 54 mi­lhões de pes­so­as com ce­guei­ra de­vi­do à ca­ta­ra­ta, com ida­de igual ou su­pe­ri­or a 60 anos. A do­en­ça é con­si­de­ra­da a prin­ci­pal cau­sa de ce­guei­ra tra­tá­vel em to­do o mun­do. To­das es­ses pro­ble­mas po­dem ser evi­ta­dos com con­sul­tas a es­pe­cia­lis­tas.

Por is­so, é im­por­tan­te pro­te­ger e cu­i­dar dos nos­sos olhos. Em ou­tras pa­la­vras, exa­mes of­tal­mo­ló­gi­cos re­gu­la­res são im­pres­cin­dí­veis. Os olhos são as ja­ne­las da al­ma – “Le­o­nar­do da Vin­ci”.

 

(Hum­ber­to Al­ves, of­tal­mo­lo­gis­ta)

 

tags:

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais