Opinião

Opinião: Quem pariu Mateus que balance!

diario da manha

Es­sa fra­se cha­ma aten­ção pa­ra a res­pon­sa­bi­li­da­de que os pa­is têm pa­ra com os fi­lhos. No pas­sa­do as fa­mí­lias ti­nham a con­s­ci­ên­cia da obri­ga­ção de cu­i­dar e edu­car os fi­lhos, até com­ple­ta­rem a mai­or ida­de. Após os 18 anos, os pa­is fi­gu­ra­vam ape­nas co­mo con­se­lhei­ros e exem­pla­res ori­en­ta­do­res. Não ha­via, àque­la épo­ca, o ne­gó­cio que tem ho­je, on­de as fa­mí­lias fa­zem os fi­lhos e os en­tre­ga ao go­ver­no pa­ra cu­i­dar e edu­car.

Cons­ti­tu­ir fa­mí­lia des­sa for­ma, fi­cou fá­cil, é só co­lo­car o fi­lho no mun­do e en­tre­gar ao po­der pú­bli­co pa­ra to­mar con­ta. Eu sei que a ale­ga­ção dos pa­is é que não têm com quem dei­xar os fi­lhos pa­ra tra­ba­lha­rem. Eu sei, tam­bém,  que os pa­is têm di­rei­to e ne­ces­si­da­de do apoio do po­der pú­bli­co.

É uma aju­da im­por­tan­tís­si­ma, pa­ga pe­la so­ci­e­da­de, mas que vi­sa evi­tar um mal mai­or. To­da­via, per­ce­bo que, ao mes­ma tem­po que aju­da, pre­ju­di­ca mui­to à for­ma­ção e a edu­ca­ção das cri­an­ças. A con­vi­vên­cia dos pa­is com os fi­lhos, é  in­dis­pen­sá­vel, pro­duz vín­cu­los fa­mi­lia­res e nin­guém sub­sti­tui.

Até os ani­mais, cha­ma­dos de ir­ra­ci­o­nais, não en­tre­ga os fi­lhos pa­ra ou­tros cri­a­rem e edu­ca­rem, mes­mo que se­jam da mes­ma es­pé­cie. Os ani­mais, ca­da um ao seu mo­do, se res­pon­sa­bi­li­zam pe­las cri­as do co­me­ço ao fim. No rei­no ani­mal, ne­nhu­ma mãe con­fia os fi­lhos aos ou­tros, ain­da que se­jam, co­mo dis­se, da mes­ma ra­ça.

Ago­ra, já o ani­mal ho­mem, di­to ra­ci­o­nal, que tem a mis­são de do­mi­nar tu­do so­bre a ter­ra, não é ca­paz ain­da de as­su­mir a to­tal res­pon­sa­bi­li­da­de pe­las su­as cri­a­tu­ras. Co­mo o go­ver­no não es­tá pre­pa­ra­do e nem tem o de­ver de cri­ar fi­lhos dos ou­tros, aca­ba sen­do um mal cui­da­dor e edu­ca­dor des­sas cri­an­ças.

Pen­so que, ao in­vés do go­ver­no as­su­mir es­sa mis­são, que não é sua, por qual­quer mo­ti­vo, de­ver-se-ia dar con­di­ções aos pa­is de cu­i­da­rem e edu­ca­rem a sua pro­le. Acre­di­to que des­sa for­ma, to­dos sai­ri­am ga­nhan­do, prin­ci­pal­men­te as cri­an­ças.

As es­ta­tís­ti­cas têm mos­tra­do o al­to ín­di­ce de cri­an­ças e ado­les­cen­tes vi­ven­do nas ru­as das ci­da­des, sem a pro­te­ção dos pa­is, sem a se­gu­ran­ça do go­ver­no, e sob a ori­en­ta­ção e con­tro­le das pes­so­as que vi­vem fo­ra da lei. Es­sa po­pu­la­ção de me­no­res, la­men­ta­vel­men­te, es­tá per­di­da, sem ru­mo, con­de­na­da ao fra­cas­so e su­jei­ta as gar­ras dos mal­fei­to­res.

Os go­ver­nan­tes, en­quan­to can­di­da­tos, cos­tu­mam pro­me­ter tu­do, in­clu­si­ve in­ves­tir no so­ci­al, o que na prá­ti­ca nun­ca acon­te­ce, sa­tis­fa­to­ri­a­men­te. O Bra­sil é um dos cam­pe­ões do mun­do em de­si­gual­da­des so­ci­ais. É um pa­ís ri­co, tem um po­vo tra­ba­lha­dor, mas pu­cos de­tém a mai­o­ria das ri­que­zas pro­du­zi­das no so­lo bra­si­lei­ro.

O pro­du­to in­ter­no bru­to, que é a so­ma de tu­do que se pro­duz, fi­ca nas mãos dos tu­ba­rões, dos cor­rup­tos e dos la­drões do erá­rio pú­bli­co. A es­pe­ran­ça é que o po­vo es­tá acor­dan­do e se mo­bi­li­zan­do pa­ra pas­sar o pa­ís a lim­po. Se is­so re­al­men­te ocor­rer, sig­ni­fi­ca mu­dan­ças ra­di­cais na vi­da po­lí­ti­co-ad­mi­nis­tra­ti­va do Pa­ís. Que fi­que cla­ro, não sou con­tra a aju­da do go­ver­no às fa­mí­lias na cri­a­ção dos fi­lhos, sou ape­nas fa­vo­rá­vel que es­sa mis­são se­ja pri­o­ri­ta­ria­men­te das fa­mí­lia.

 

(Gercy Jo­a­quim Ca­mê­lo, co­ro­nel da Re­ser­va Re­mu­ne­ra­da da Po­lí­cia Mi­li­tar de Go­i­ás)

 

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais