Opinião

Em favor da vida

diario da manha

Eu sei que es­te te­ma é mui­to de­li­ca­do e que­ro dei­xar cla­ro que res­pei­to as opi­ni­ões di­ver­gen­tes, mas con­si­de­rei opor­tu­no me po­si­cio­nar a par­tir de meus va­lo­res e con­vic­ções.

To­mei co­nhe­ci­men­to da “no­ta de re­pú­dio” emi­ti­da pe­la ar­qui­di­o­ce­se de Go­i­â­nia, so­bre um pe­di­do fei­to ao Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral na Ação de Des­cum­pri­men­to de Pre­cei­to Fun­da­men­tal -ADPF 442, na qual se pre­ten­de a le­ga­li­za­ção do abor­to até 12 se­ma­nas de ges­ta­ção. O te­ma se­rá de­ba­ti­do em au­diên­cia pú­bli­ca, con­vo­ca­da pe­la mi­nis­tra Ro­sa We­ber, nos di­as 3 e 6 de agos­to.

Creio que as dis­cus­sões éti­cas, ju­rí­di­cas e até te­o­ló­gi­cas en­con­tra­rão mui­tos ar­gu­men­tos pa­ra to­das as opi­ni­ões e po­si­ções, con­tu­do achei por bem as­su­mir a mi­nha po­si­ção de acor­do com mi­nhas pró­pri­as con­vic­ções que es­tão ali­nha­das com a po­si­ção da igre­ja.

Co­mo cris­tão pra­ti­can­te, pre­ten­do con­ti­nu­ar lu­tan­do pe­la vi­da em to­das as su­as fa­ses. Co­mo mi­li­tar de­di­quei 35 anos de mi­nha vi­da pa­ra de­fen­der vi­das de ino­cen­tes ini­ci­al­men­te na po­lí­cia mi­li­tar e de­pois pa­ra sal­var e pro­te­ger mui­tas ou­tras vi­das no cor­po de bom­bei­ros.

Eu sei que es­te te­ma é de com­pe­tên­cia da es­fe­ra fe­de­ral, mas co­mo ci­da­dão e em es­pe­ci­al co­mo pré-can­di­da­to a uma ca­dei­ra na as­sem­bleia le­gis­la­ti­va es­ta­du­al, te­nho a co­ra­gem de ex­por a mi­nha po­si­ção na de­fe­sa in­tran­si­gen­te da vi­da a par­tir da con­cep­ção.

Quan­do di­go in­tran­si­gen­te, me re­fi­ro a fir­me­za de pro­pó­si­tos e nun­ca pa­ra ra­di­ca­li­zar con­tra as pes­so­as que pen­sam di­fe­ren­te. A mi­nha ca­mi­nha­da na ges­tão pú­bli­ca sem­pre se pau­tou pe­lo equi­lí­brio e pe­lo di­a­lo­go aber­to e fran­co.

Eu to­mo li­ber­da­de de fa­zer uso de uma fra­se que cir­cu­la pe­las re­des so­ci­ais pa­ra nos­sa re­fle­xão: “To­das as pes­so­as que são a fa­vor do abor­to já nas­ce­ram”.

O le­ma da cor­po­ra­ção da qual me or­gu­lho de ter pas­sa­do a mai­or par­te de mi­nha vi­da, o cor­po de Bom­bei­ros é “vi­das alhei­as e ri­que­zas sal­var”. Se Deus me der a opor­tu­ni­da­de, se­ja por idei­as ou ações aju­dar a sal­var mais uma vi­da se­quer, creio que já te­rá va­li­do a pe­na mi­nha lu­ta.

Por­tan­to, que­ro dei­xar cla­ra a mi­nha po­si­ção so­bre o te­ma do abor­to. A mi­nha po­si­ção es­tá ali­nha­da com a po­si­ção da igre­ja e me co­lo­co à dis­po­si­ção da di­o­ce­se atra­vés de nos­so ar­ce­bis­po Dom Was­hin­ton Cruz , dos bis­pos au­xi­li­a­res Dom Le­vi Bo­nat­to e Dom Mo­a­cir Aran­tes, bem co­mo de to­dos os ju­ris­tas Ca­tó­li­cos de Go­i­â­nia.

Que­ro ser uma voz a mais nes­sa lu­ta em de­fe­sa da vi­da.

 

(Car­los Hel­bin­gen Jú­ni­or, ex-co­man­dan­te do CBMGO e pré-can­di­da­to a de­pu­ta­do es­ta­du­al)

tags:

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais