Opinião

Analise quem é o menos pior: Bolsonaro ou Haddad?

diario da manha

Os que op­ta­ram, con­sci­en­te­men­te, vo­tar em Had­dad no pri­mei­ro tur­no pre­su­me-se que irão vo­tar ne­le no se­gun­do tur­no, me­re­cen­do pa­ra­béns. O mes­mo ocor­re com os elei­to­res que irão re­pe­tir o vo­to em Bol­so­na­ro, pois me­re­cem cum­pri­men­tos. Che­ga a ser fal­ta de res­pei­to ten­tar con­ven­cer al­guém a mu­dar vo­to no ca­so de de­ci­são con­sci­en­te. Con­tu­do, com os in­de­ci­sos é pos­sí­vel di­a­lo­gar. Exis­tem vá­ri­as mo­da­li­da­des de in­ci­sos: os que irão vo­tar em bran­co; os que não com­pa­re­ce­rão; os que anu­la­rão o vo­to; os que não vo­ta­ram em ne­nhum de­les no pri­mei­ro tur­no e ago­ra de­vem op­tar por um dos dois e até mes­mo os que pre­ten­dem mu­dar o vo­to na eta­pa fi­nal. Pa­ra os que es­tão nes­sa si­tu­a­ção a me­lhor so­lu­ção se­rá ana­li­sar os prós e con­tras em re­la­ção a ca­da can­di­da­to. Se­ja ou ou­tro, é im­por­tan­te vo­tar.

Dos te­mas a se­rem ana­li­sa­dos, pa­ra bem ori­en­tar a de­ci­são, po­dem ser ci­ta­dos: apoio à La­va Ja­to; au­to­ri­da­de no exer­cí­cio da pre­si­dên­cia; bo­as ou más com­pa­nhi­as; cor­rup­ção; com­ba­te a pre­con­cei­tos; con­di­ções de go­ver­na­bi­li­da­de; es­co­lha de au­xi­li­a­res; ex­pe­ri­ên­cia po­lí­ti­ca; di­rei­tos hu­ma­nos; de­fe­sa da fa­mí­lia; de­fe­sa da de­mo­cra­cia;  ide­o­lo­gia; isen­ção de ví­ci­os da po­lí­ti­ca ul­tra­pas­sa­da; li­ber­da­de de im­pren­sa e de opi­ni­ões; me­re­ci­men­to de cre­di­bi­li­da­de; po­si­cio­na­men­to em re­la­ção à edu­ca­ção, se­gu­ran­ça pú­bli­ca, sa­ú­de, e meio am­bi­en­te; po­lí­ti­ca eco­nô­mi­ca, ex­ter­na, co­mér­cio ex­te­ri­or e  al­to ín­di­ce de de­sem­pre­go; pro­mes­sas va­gas; po­lí­ti­ca do “To­ma Lá  Dá Cá”; pro­mes­sas elei­to­rei­ras que não te­rão co­mo cum­prir; per­cen­tu­al de re­jei­ção; res­pei­to à Cons­ti­tu­i­ção; ra­di­ca­lis­mo nas po­si­ções to­ma­das; re­la­ci­o­na­men­to com a clas­se po­lí­ti­ca, di­ver­si­da­des re­li­gi­o­sas, mi­li­ta­res, ser­vi­do­res pú­bli­cos, em­pre­sá­rios, es­tu­dan­tes, e ou­tros seg­men­tos so­ci­ais; re­jei­ção elei­to­ral dos can­di­da­tos; uni­ão dos bra­si­lei­ros com a pa­ci­fi­ca­ção dos ex­tre­mis­mos po­lí­ti­cos;   sin­ce­ri­da­de nas res­pos­tas da­das aos ques­ti­o­na­men­tos e ou­tros te­mas mais. No meu ca­so, pa­ra to­mar uma de­ci­são, bem ana­li­san­do a si­tu­a­ção, le­vei em con­si­de­ra­ção três cir­cun­stân­cias, con­si­de­ran­do- as co­mo pre­pon­de­ran­tes: bo­as ou más com­pa­nhi­as dos fi­na­lis­tas, com­ba­te à cor­rup­ção e re­la­ci­o­na­men­to  com ou­tros paí­ses.

Quem vo­tou em um dos dois fi­na­lis­tas no pri­mei­ro tur­no, pre­su­me-se que  não irá mu­dar o vo­to. Tu­do in­di­ca que os in­de­ci­sos do pri­mei­ro tur­no con­ti­nu­em in­de­ci­sos no se­gun­do. Mas po­de acon­te­cer de que­rer mu­dar. Os in­de­ci­sos de­ve­rão vo­tar e cum­prir o de­ver cí­vi­co.  Na si­tu­a­ção atu­al ou­sa­mos di­zer que Bol­so­na­ro é o me­nos pi­or pa­ra o Bra­sil. Pe­sou na ba­lan­ça da de­ci­são o fa­to de Had­dad es­tar ao la­do  dos que de­fen­dem go­ver­nos di­ta­to­ri­ais, prin­ci­pal­men­te a Ve­ne­zu­e­la, não es­tar en­vol­vi­do em cor­rup­ção e ter bo­as com­pa­nhi­as.  Es­ta é a con­clu­são que che­guei após uma aná­li­se cui­da­do­sa e ho­nes­ta pa­ra to­mar a de­ci­são sen­sa­ta. Se vo­cê, elei­tor, ain­da es­tá in­de­ci­so, acha que as bo­as com­pa­nhi­as é im­por­tan­te,  é con­tra a cor­rup­ção e não quer a ve­ne­zu­a­li­za­ção do Bra­sil,  ana­li­se quem é o me­nos pi­or: Bol­so­na­ro ou Had­dad? So­pe­san­do os prós e con­tras é pre­fe­rí­vel Bol­so­na­ro.

 

(Is­mar Es­tu­la­no Gar­cia, ad­vo­ga­do, ex-pres­den­te da OAB-GO, pro­fes­sor uni­ver­si­tá­rio, es­cri­tor)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais

26 de outubro de 2018 as 20:42

Desesperado, Haddad apela