Opinião

Aparência... Podemos nos enganar!

diario da manha

Vi­ve­mos  de apa­rên­cia. Se­ria es­te o com­por­ta­men­to hu­ma­no e de uma so­ci­e­da­de que va­lo­ri­za o ex­te­ri­or? . Na Pa­la­vra de Deus,  I Sa­mu­el 16:7  diz   “pois o ho­mem vê o que es­tá di­an­te dos olhos, po­rém o Se­nhor olha pa­ra o co­ra­ção “. A im­por­tân­cia da re­ve­la­ção de Deus que cer­ta­men­te um co­ra­ção con­tri­to é que se­rá ob­ser­va­do por Deus pa­ra nós en­trar­mos no céu. Os va­lo­res ter­re­nos, nos­sos car­gos im­por­tan­tes, di­plo­mas, ações de gran­de­za, ho­me­na­gens, co­men­das, elo­gi­os e tu­do mais que na ter­ra nos dei­xa or­gu­lho­sos e ale­gres não ha­ve­rá va­lor se não ti­ver um co­ra­ção con­tri­to. Tal­vez vo­cê co­nhe­ça a his­tó­ria da­que­le de­sem­pre­ga­do que, de­pois de pro­cu­rar por   to­da a par­te um lu­gar on­de pu­des­se ga­nhar o seu sus­ten­to, aca­bou pro­cu­ran­do o do­no de um zo­o­ló­gi­co. Quem sa­be te­ria al­gum tra­ba­lho pa­ra ele? Con­tu­do ali  tam­bém não ha­via ne­nhu­ma va­ga. Mas dis­se o do­no: te­nho uma pro­pos­ta di­fe­ren­te há du­as se­ma­nas mor­reu o nos­so go­ri­la. Ele era uma gran­de atra­ção pa­ra os vi­si­tan­tes. Se vo­cê qui­ser fa­zer o pa­pel de go­ri­la eu pa­go bem. Te­nho aqui uma fan­ta­sia de go­ri­la  nin­guém per­ce­be­rá que não é ver­da­de. Cla­ro que o ho­mem acei­tou, pois pre­ci­sa­va sus­ten­tar sua fa­mí­lia. Co­me­çou o tra­ba­lho e deu-se mui­to bem. Com mui­ta ha­bi­li­da­de agar­ra­va-se às gra­des. Um enor­me tron­co in­cli­na­va-se por ci­ma da jau­la do le­ão ao la­do. Ele su­bia na­que­le tron­co co­mo um ver­da­dei­ro ma­la­ba­ris­ta. As pes­so­as pa­ra­vam pa­ra ver as ar­tes do go­ri­la. Até que, num des­cui­do, es­cor­re­gou do tron­co e caiu na jau­la do le­ão. O le­ão deu um “ur­ro” ! Ele se as­sus­tou e ten­tou se apro­xi­mar das gra­des da jau­la pa­ra su­bir, mas o le­ão apro­xi­mou-se de­le. De­ses­pe­ra­do, ele gri­tou: “So­cor­ro. O le­ão res­pon­deu : “Ca­le a bo­ca ra­paz, se­não nós dois es­ta­mos de­sem­pre­ga­dos “   Fan­ta­si­as em am­bos os la­dos. Nos en­ga­na­mos por acei­tar e dar va­lor pe­las apa­rên­cias. Foi exa­ta­men­te as­sim que acon­te­ceu com Ana­ni­as e Sa­fi­ra com o co­ra­ção en­ga­no­so. Eles eram co­nhe­ci­dos co­mo cris­tã­os. Na apa­rên­cia eram ti­dos co­mo pes­so­as que bus­ca­vam agra­dar a Deus. Mas no fun­do eram men­ti­ro­sos na ver­da­de usa­vam a “fan­ta­sia “ de cris­tã­os. Es­ta­vam ten­tan­do en­ga­nar os ho­mens mas a Deus não se en­ga­na. Na so­ci­e­da­de, e in­fe­liz­men­te mui­tos ten­tam usar uma fan­ta­sia co­mo a do “go­ri­la” e con­se­guem en­ga­nar a mui­tos. Mas na ver­da­de se­re­mos exa­mi­na­dos por Je­sus pe­lo co­ra­ção con­tri­to e na­da mais te­rá va­lor mui­to me­nos a men­ti­ra di­an­te dos ho­mens pois Deus co­nhe­ce to­do o nos­so vi­ver. In­fe­liz­men­te a tro­ca de va­lo­res e va­lo­ri­za­ção de “apa­rên­cias” tem si­do co­mum na ‘mí­dia’ nos mei­os de re­la­ções so­ci­ais via in­ter­net, ce­lu­lar e etc. Não de­ve­mos ter ne­nhu­ma dis­cri­mi­na­ção, re­li­gi­o­sa, ra­ci­al, fi­nan­cei­ra, car­gos, mas sim co­nhe­cer o “ca­rá­ter cris­tão’, ou se­ja, as vir­tu­des que Je­sus en­si­nou co­me­çan­do com o amor que é fru­to do Es­pí­ri­to. Mui­tas ve­zes elo­gi­a­mos pes­so­as pe­las apa­rên­cias e de­cep­cio­na­mos quan­do as co­nhe­ce­mos de fa­to. O amor ge­ra sa­be­do­ria, res­pei­to, bon­da­de, ver­da­de, pa­ci­ên­cia, so­li­da­ri­e­da­de, do­mí­nio pró­prio, ale­gria, man­si­dão. O ser hu­ma­no pre­ci­sa de Deus e do Amor pa­ra que acon­te­ça a paz e a jus­ti­ça. Os bons, in­de­pen­den­te de apa­rên­cia, se­jam va­lo­ri­za­dos e con­ti­nu­em fa­zen­do o bem, os maus apren­dam a fa­zer o bem.

 

(Pr. Le­or­di­no Lo­pes de Car­va­lho Ju­ni­or, pre­si­den­te do Con­se­lho de Pas­to­res de Aná­po­lis, vi­ce-pre­si­den­te da Cru­za­da pe­la Dig­ni­da­de. E-mail  le­or­di­noc­[email protected]­mail.com- 992298356)

 

tags:

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais