Home / Política

POLÍTICA

‘Goiás Resiliente’ estabelece protocolo de emergência ambiental

Programa que cria protocolos para emergências ambientais e capacitação de gestores foi lançado ontem com presenca do vice-governador Daniel Vilela e secretária

Daniel Vilela, Andrea Vulcanis e gestores durante apresentação do
‘Goiás Resiliente’: estado vai buscar se antecipar às ameaças climáticas Daniel Vilela, Andrea Vulcanis e gestores durante apresentação do ‘Goiás Resiliente’: estado vai buscar se antecipar às ameaças climáticas

Para o vice-governador Daniel Vilela, que representou o governador Ronaldo Caiado no lançamento do programa ‘Goiás Resiliente’, é preciso “preparar o estado para as variações climáticas”.

O gestor disse que o Governo de Goiás vai se antecipar e prevenir a população ao criar protocolos para enfrentar emergências ambientais.

A Secretaria de Meio Ambiente, sob gestão de Andrea Vulcanis, anuncia que o programa vai “preparar os municípios de Goiás para as mudanças do clima”.

Diante das ocorrências de enchentes no Rio Grande do Sul, os administradores públicos têm procurado listar os problemas para enfrentá-los. O governo quer mapear áreas de risco e capacitar gestores municipais para agir em situações causadas por mudanças climáticas.

A portaria para isso foi assinada durante a abertura da Semana do Meio Ambiente, no auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

O Governo prepara a elaboração de protocolos de emergências ambientais e produção de mapas de risco. O passo seguinte será a capacitação de gestores municipais e preparação de projetos para resolução de riscos em áreas prioritárias.

Daniel disse que é preciso planejamento para enfrentar desastres ambientais: “Precisamos estar cada vez mais precavidos e iniciar ações que possam preparar nosso estado e os municípios para as mudanças climáticas. Vamos unir governança e chamar os principais atores envolvidos, munidos com pesquisa e ciência”.

O vice-governador pediu atenção ao princípio do desenvolvimento econômico e da defesa ao meio ambiente: “Não temos como ser um estado pujante sem equilíbrio dos recursos naturais. Nosso governador não mede nenhum esforço para cuidar do meio ambiente e tenho certeza que nossos produtores rurais são pessoas que têm paixão e consciência da preservação do meio ambiente, principalmente para a continuidade das atividades agropecuárias”.

Seca

Durante o evento foi ressaltado que o Centro-Oeste tem indicadores de seca pela frente. Mas não é incomum casos de inundação, daí a necessidade de Goiás estar pronto”.

Para enfrentar as mudanças, os gestores assinaram uma portaria que instituiu a primeira reserva privada de desenvolvimento sustentável do país e o protocolo de intenções para estudo e instalação do Fórum Goiano de Mudanças Climáticas.

Ao falar em nome dos gestores municipais, o prefeito de Mineiros, Aleomar Rezende, disse que o encontro foi um “chamado urgente à ação”. Deputada estadual, Rosângela Rezende, presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, disse que o Governo de Goiás respeita o Código Florestal e busca a harmonia da economia e bioma.

“Importante dizer que as prefeituras estarão elegíveis para captar recursos nacionais e internacionais quando estiverem preparadas”, disse a secretária Andrea Vulcanis.

Leia também:

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias