Política & Justiça

Câmara de Goiânia pede a Dilma verbas para concluir aeroporto

diario da manha
Presidente da Câmara, Anselmo Pereira

Danyla Martins
Em nome dos 35 vereadores, caberá ao presidente da Câmara, Anselmo Pereira, do PSDB, entregar hoje à presidente Dilma Rousseff (PT) o documento que pede ao governo federal o repasse de recursos para a conclusão do novo terminal de passageiros do Aeroporto Santa Genoveva. Também assinarão o documento o governador Marconi Perillo, do PSDB, e prefeito Paulo Garcia, do PT.
A presidente virá a Goiânia, às 15 horas, para assinar a ordem de serviço para a construção do Transporte Rápido de Ônibus (BRT), ligando as regiões Norte e Sul da capital. A proposta para esse pedido a Dilma Rousseff foi do vereador Elias Vaz, do PSB, na sessão de anteontem (17).

ARGUMENTOS
Num dos trechos do documento, os vereadores afirmam que “a conclusão das obras do novo aeroporto é de uma necessidade imperiosa e que não deveria sofrer atrasos e paralisações, já que faltam apenas 11,6% para seu término”. Anselmo cita ainda o fato de que a falta de recursos “poderá fazer com que Goiânia fique sem aeroporto pelos próximos 2 ou 3 anos, afetando o desenvolvimento de nossa cidade e do Estado”.
No requerimento, os vereadores ponderam que o atual terminal de passageiros não atende às necessidades e interesses dos passageiros: “não apenas por ser tímido e considerado um dos piores do Brasil, mas acima de tudo por ser incompatível com a demanda do povo goiano”.
“Só para se ter uma ideia, apenas em janeiro deste ano o número de passageiros que pousaram e decolaram no Santa Genoveva representou 10% do total do ano passado. A tendência que neste ano poderá ocorrer um recorde na utilização do transporte aeroviário”, lembra Anselmo.
O presidente da Câmara informa que entregará o documento em mãos da presidente Dilma e pedirá “uma atenção especial do seu governo para essa reivindicação. Nossa esperança é que o pedido seja atendido”, concluiu Anselmo.

Comentários