Política & Justiça

Dilma admite erro no Fies

A presidente diz ter expectativa de que logo o problema seja corrigido.

diario da manha

A presidente, Dilma Rousseff, declarou, nesta segunda-feira (16), que ocorreu um erro por parte do governo em relação ao Fies. Ela afirmou que o erro ocorreu quando o governo permitiu que o programa fosse controlado pelas instituições de ensino.

A presidente citou outros programas de sucesso na área do ensino para argumentar que o erro ocorreu apenas em relação ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Dilma enfatizou que o controle ficou a cargo das instituições de ensino. “O governo cometeu um erro no Fies. Passou para o setor privado o controle dos cursos. Não fizemos isso com o Prouni, não fazemos com o enem, não fazemos com ninguém. Isso não é culpa do setor privado. Fomos nós que fizemos isso. Em vez de controlar as matrículas, quem controlava era o setor privado”, pontuou.

No final do ano passado, foram divulgadas mudanças no programa. As instituições de ensino reclamaram, afirmando que enfrentavam dificuldades devido às alterações. Os alunos também argumentaram que não conseguiam efetuar suas matrículas no Fies.

A presidente admitiu o erro , afirmou que ele já foi detectado e diz ter a expectativa de que logo o problema será resolvido. “Esse é um erro que cometemos, detectamos, voltamos atrás e estamos ajustando o programa. Antes, as matrículas eram feitas diretamente com as instituições, agora elas vão ter de passar pelo governo”.

Comentários