Política & Justiça

Dilma se reúne com presidente da OAB para discutir conjunto de propostas

O encontro foi solicitado pela OAB

diario da manha

A presidente, Dilma Rousseff, recebeu, nesta terça-feira (17), o presidente da Ordem dos Advogados Brasil (OAB), Marcus Vinícius Furtado Coêlho. A reunião ocorreu para que fosse apresentado a ela propostas do Plano de Combate à Corrupção.

De acordo com uma publicação do portal da OAB, o encontro foi solicitado pela própria instituição. Coêlho declarou que percebe na sociedade o desejo pelo combate à corrupção. “Ouvimos o clamor da população, que não aceita essa crise ética, esses desvios de recursos públicos que drenam o patrimônio do povo para a prática de crimes”, afirmou.

Ele destacou também a necessidade de se adotar medidas para reverter a atual situação do País. “A população quer que sejam adotadas providências reais, concretas e efetivas para que mude a estrutura do Estado brasileiro, que viabiliza essa corrupção impregnada em todos os entes da federação”, pontuou.

O presidente da OAB ainda informou que é preciso que ocorra a devida punição para casos de corrupção comprovada pela Justiça. “Vigiar e punir: essas são as expressões que devem nos orientar. Vigiar significa controlar, dar mais autonomia e estrutura para as Controladorias e os órgãos responsáveis pela fiscalização da aplicação dos recursos públicos. Punir é dar o exemplo, não permitir que pessoas que desviaram recursos públicos não sejam devidamente sancionadas, dentro do devido processo legal”, destacou.

Em uma publicação, o Palácio do Planalto lembra que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que o governo, em busca de melhorias, está disposto a debater com a sociedade e com representantes de organizações sociais questões voltadas para a Justiça,  que poderão ser acrescentadas na pauta do combate à corrupção.

Comentários