Política & Justiça

Fórum Estadual do PT discute reforma política e eleições de 2016

diario da manha
Petistas garantem que nomes não faltam para disputa na Capital

 

Danyla Martins Da editoria de Política&Justiça

O Partido dos Trabalhadores realiza, desde sexta-feira, o Fórum Estadual de Prefeitos, Vice e Parlamentares. Na abertura dos trabalhos, a mesa foi composta pelo presidente do Diretório Estadual do PT, Ceser Donisete, o líder da bancada petista na Assembleia Legislativa, deputado estadual Luis Cesar Bueno, secretário Nacional de Assuntos Institucionais, Reginaldo Lopes, secretária Nacional de Mulheres, Laisy Moriére, e o prefeito de Anápolis, João Gomes.
O deputado Luis Cesar Bueno ressalta que este é um momento de reflexão sobre a política de alianças para 2016. “O intuito é fazer com que os vereadores e prefeitos presentes debatam as políticas públicas que são aplicadas nas cidades e que eles façam uma troca pertinente de experiências sobre o tema abordado,
Em relação a Goiânia, o partido vai deixar o seu diretório municipal dirigir tanto as conversações em relação à sucessão de Paulo Garcia quanto a condução da estratégia a ser adotada para 2016. Segundo o deputado federal Rubens Otoni, da tendência PT Pra Vencer, nomes para serem trabalhados não faltam. O parlamentar aponta para a deputada estadual eleita Adriana Accorsi (da tendência Articulação, a mesma de Paulo Garcia) e dois de seus futuros colegas na Assembleia Legislativa, Humberto Aidar (PT Pra Vencer) e Luis Cesar Bueno (Movimento PT), como quadros fortes a serem considerados como naturais pré-candidatos.
O ex-reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG) Edward Madureira Brasil (ainda não definiu alinhamento a nenhuma tendência) foi outro nome revelado na última eleição que chega com capilaridade para o próximo pleito na Capital. Até mesmo a deputada federal Marina Sant’Anna (Movimento Cerrado) está no páreo pela postulação ao Paço.
De acordo com Rubens Otoni, o partido terá como tática de preparação para chegar forte em 2016 a consolidação de três pilares: o fortalecimento da administração de Goiânia, das lideranças petistas locais e a unidade partidária. “O prefeito tem se esforçado e não tenho dúvida nenhuma que chegaremos em 2016 com avaliação positiva.”

Comentários