Política & Justiça

Paulo Garcia: “Dilma responde com trabalho ao clamor popular”

diario da manha
  •  Prefeito de Goiânia diz que R$ 370 milhões de investimentos no BRT atendem às demandas das passeatas de junho de 2013, onde população pediu transporte de qualidade l É a primeira viagem da presidente da República após as manifestações de rua do último domingo, quando houve protestos e cobranças em relação à administração federal

Marcus Vinícius Da editoria de Política&Justiça 

O prefeito Paulo Garcia (PT) diz que assinatura para início das obras do BRT Norte-Sul representa um salto de qualidade no transporte em Goiânia. Ele enalteceu a parceria entre a prefeitura e o governo federal e, em especial, a decisão da presidente Dilma Rousseff (PT) em investir em mobilidade. “A obra do BRT é a resposta da presidente Dilma Rousseff a uma das principais demandas das passeatas de junho/julho de 2013, quando o povo foi às ruas pedir transporte de qualidade”, frisa. A presidente Dilma Rousseff (PT) deverá chegar a Goiânia, às 15h, para participar de solenidade de convênios entre o governo federal e a prefeitura para início das obras do BRT Norte-Sul.
Paulo Garcia observa que a presidente tem demonstrando sensibilidade aos clamores sociais. “Ela criou o PAC da Mobilidade que em todo País está construindo BRTs, metrôs e VLTs. Em Goiânia, a obra do BRT é um marco. Nestes 82 anos de história, este é o maior investimento que Goiânia recebe no setor de transporte coletivo”, observa.
Além de autorizar o investimento no BRT, sendo R$ 210 milhões da União e R$ 160 milhões de contrapartida do governo municipal, prefeito e presidente também entregam 300 novos ônibus, que irão atender aos usuários das linhas de transporte de Goiânia.
Requalificação
De acordo com o prefeito Paulo Garcia, as obras do BRT requalificam todo percurso de cerca de 27 quilômetros onde será instalado, com 38 abrigos e sete novos terminais, calcadas acessíveis, e monitoramento 24 horas de toda via, provendo mais segurança aos usuários. “As obras do BRT se juntam àquelas da construção dos corredores exclusivo de ônibus nas avenidas T-9, T-7, 85, Avenida Universitária, 24 de outubro e Independência, além da sinalização e finalização das ciclovias da Avenida T-63 e de outras ciclovias que estão programadas para cidade. Com apoio da presidente Dilma, a população de Goiânia ganha um novo modelo de transporte que está atendendo às demandas dos motoristas, com vias com melhor pavimento e melhor sinalização, dos pedestres, que ganham calçadas mais acessíveis e mais segurança nova iluminação nas vias e monitoramento por câmaras, e o usuário de ônibus, que terá mais conforto e rapidez, com ônibus novos e vias exclusivas”, explica.
Segundo Paulo Garcia, o BRT Norte-Sul vai reduzir, em até 40%, o tempo de viagem. Ele exemplica: se o itinerário de um usuário era percorrido em 60 minutos, com o novo modal, ele ganha 25 minutos, na ida e mais 25 minutos na volta. “Isto significa qualidade de vida. O cidadão ganha quase uma hora a mais no dia, que ele pode destinar a atividades recreativas, esportivas, culturais ou para cuidade de sua saúde”, sugere.

Planejamento
Goiânia foi pioneira e referência nacional na criação de corredores exclusivos de ônibus e na integração das linhas de ônibus. O primeiro projeto do tipo – Eixo Anhanguera – foi lançado, em 1978, pelo então governador Irapuam Costa Júnior e o prefeito Francisco de Castro. “O Eixo Anhanguera foi copiado pelo engenheiro Jayme Lenner, que adaptou o modelo para Curitiba (PR). Com os investimentos no BRT e nos novos corredores exclusivos, Goiânia retoma seu protagonismo no gerenciamento do transporte”, reitera.
Na soma total de investimentos, Goiânia está sendo contemplada com cerca de R$ 500 milhões em recursos do governo federal. No BRT Norte-Sul, a União está investindo R$ 210 milhões, com contrapartida de R$ 160 milhões da prefeitura, totalizando R$ 370 milhões, mais R$ 212 milhões estão aplicados na Capital, sendo a maior parte dele – R$ 145 milhões – servirá
Os R$ 70 milhões restantes são uma carga extra do governo federal para investimentos no Bus Rapid Transit (BRT) Norte-Sul.

Ponto facultativo
O prefeito Paulo Garcia (PT) decretou ponto facultativo no âmbito da administração municipal hoje, para receber a presidente Dilma Rousseff (PT). A petista participará de evento no Paço Municipal, em Goiânia, às 15h, com o prefeito Paulo Garcia (PT) para assinatura da ordem de serviço das obras de implantação do Transporte Rápido por Ônibus (BRT). Na solenidade, o prefeito Paulo Garcia (PT) também anunciará 300 novos ônibus para a Capital.
De acordo com o Decreto Nº 708, “fica decretado ponto facultativo, no âmbito das repartições municipais que funcionam na sede do Paço Municipal, no dia 19 de março de 2015 (hoje)”.
O ponto facultativo não se aplica aos órgãos e entidades que exijam atendimentos e plantões permanentes.

Governador e secretários confirmados

O governador Marconi Perillo (PSDB) está confirmado no evento de assinatura as obras do BRT. Ele deve comparecer ao ato acompanhado dos secretários Vilmar Rocha (Semarh) e Thiago Peixoto (Segplan). Também estão confirmados os presidentes da Assembleia Legislativa, Helio Sousa (DEM), e da Câmara Municipal, Anselmo Pereira (PSDB), do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Honor Cruvinel e da presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Carla Santillo. Autoridades eclesiásticas, evangélicas do Poder Judiciário, Ministério Público e entidades civis, sindicatos patronais e de trabalhadores enviam representantes.

CONVIVÊNCIA
Embora estejam em campos opostos, do ponto de vista partidário, o governador Marconi Perillo e a presidente Dilma Rousseff tiveram, durante os mandatos anteriores (2011/2014), de ambos, relação “republicana”, já que o governo federal atendeu as demandas administrativas do Estado de Goiás. “Tenho a maior consideração pela presidente Dilma Rousseff, que sempre dedicou a Goiás tratamento respeitoso”, declarou, tantas vezes, o governador tucano.
Em diversas solenidades, em Goiás, Marconi fez questão de destacar as qualidades de Dilma Rousseff. “É uma pessoa de bem e que, por ter sido eleita, deve concluir o seu mandato.”

Expectativa
Presidente do Diretório Metropolitano do PT, o deputado estadual Luis Cesar Bueno considera importante a presença da presidente para o Estado de Goiás. “Ela vem viabilizar a mobilidade urbana em Goiânia e na Região Metropolitana, pois contribuiu com recursos para Goiania e para Goiás”, ressalta. “Acho que a população ficará satisfeita com o anúncio de investimentos de cerca de meio bilhão para o transporte”, reitera
Para o parlamentar, que também é líder do PT na Assembleia Legislativa, a presidente Dilma tem que comunicar as políticas que está realizando e esclarecer a população sobre as contribuições que o governo federal tem feito para o desenvolvimento de Goiás “para que se faça Justiça com a imagem dela na sociedade”, completa.
Líder do prefeito na Câmara de Goiânia, o vereador Carlos Soares (PT) diz que o anúncio de um investimento tão grande em Goiânia é motivo para otimismo. “São recursos que se traduzem em benefício da sociedade, pois a cidade ganha 300 ônibus novos, terminais modernos, avenidas requalificadas, facilitando o transporte de passageiros e o escoamento da frota de carros na Capital”, enumera.
Deputada mais votada nas últimas eleições e delegada de polícia, Adriana Accorsi (PT) elogia a presidente Dilma Rousseff por sancionar o novo Código do Processo Civil e por encaminhar projeto de combate à corrupção, tipificando crimes de desvios de recursos públicos e de enriquecimento ilícito. “A presidente tem tido sensibilidade às demandas sociais, aos clamores por reforma política e dos costumes, e também por obras que melhorem a qualidade de vida nas cidades, como é o caso do BRT e dos corredores de ônibus, que fazem parte do PAC da Mobilidade”, aponta.

Comentários