Política & Justiça

Pros pode expulsar vereador na Capital

diario da manha

Danyla Martins
O vereador Wellington Peixoto (Pros) se queixou dos rumos que o partido tem tomado quanto às decisões de Paulo Garcia (PT). A legenda vem se posicionando contra a base do prefeito, o que não segue o mesmo raciocínio do vereador. Devido a exigência para que o vereador acompanhe o posicionamento do partido nas votações, Wellington Peixoto demonstrou insatisfação.
Sebastião Peixoto, pai do vereador, que é secretário do prefeito é mais um dos motivos pelos quais Wellington Peixoto acompanha a prefeitura. O vereador afirmou que o partido está dividido e admite que não sairá da base do prefeito. A intenção de Weelington Peixoto é permanecer no partido, porém não pretende seguir as conveniências da sigla.
O presidente metropolitano do Pros, Reginaldo Melo, confirma que os posicionamentos do vereador não condizem com o estatuto do partido e que, portanto, a legenda não teria interesse em continuar com a filiação do político. Conforme explica o presidente, o vereador vem tomando decisões a certo tempo de forma independente ou mediante outros políticos e tem excluído as determinações da sigla.
Reginaldo Melo diz que Welllington Peixoto é uma pessoa com boa índole e um bom político, porém, considerando as deliberações do Pros já não atende politicamente como membro. O presidente metropolitano pondera que, provavelmente, nesta semana, a executiva municipal do partido irá se reunir para resolver a situação do vereador e não descarta a possibilidade de expulsão.

Comentários

Mais de Política & Justiça