Política & Justiça

Lula prepara volta à Presidência

Ex-presidente deverá ser novamente candidato ao comando do País nas eleições de 2018   Sinais emitidos por seus aliados e mesmo entre opositores reforçam a tese

diario da manha
Em vídeo publicado pelo Instituto Lula, Luiz Inácio pratica exercícios físicos pesados, passando a ideia de força e resistência, além de estar trajado com roupas para academia nas cores da bandeira nacional. Fato é similar à pré-campanha de Barack Obama para presidente dos Estados Unidos, onde equipe de marketing publicou, na época, o candidato praticando exercícios com vestuário vermelho-azul: as cores da bandeira norte-americana

O principal expoente do Partido dos Trabalhadores deverá ser candidato à Presidência da República nas eleições de 2018. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem emitido sinais desde meados de 2014 de que poderá disputar o cobiçado cargo de comandante-mor do Brasil em uma ampla coalizão de partidos como a que terminou seu mandato em 2010.

O principal indicativo de que Lula tem intenção e permitiu que essa possibilidade seja colocada pra frente é um vídeo que tem sido disseminado nas redes sociais. Produzido a pedido do ex-presidente e distribuído pelo Instituto Lula, entidade criada pelo próprio para gerir as aparições de Lula, o vídeo é autoexplicativo e dá todas as conotações de que ele quer e deverá ser novamente candidato.

No vídeo, um primor de linguagem subliminar e meticulosamente planejado, Lula aparece risonho e bem disposto se esforçando em exercícios físicos assistido por um personal trainer em uma academia. Lula veste roupas e um tênis apropriado para os exercícios físicos, tudo como manda o figurino. As roupas são obrigatoriamente nas cores nacionais e o personal que o assiste também veste azul e um verde disfarçado. A camisa que Lula coloca para apoiar o braço quando faz uma série com pesos é providencialmente amarela.

Lula corre em uma esteira, levanta pesos com os braços e também com as pernas e não demonstra cansaço exagerado ou dá qualquer sinal de fadiga, passando a imagem de que tem força e disposição para uma maratona pelo País afora em uma disputa presidencial. Do início ao fim da gravação aparece no canto esquerdo do vídeo o emblema do Instituto Lula, com uma barra em arco nas cores verde, azul e amarelo, levando a imagem de que Lula é patriota, defende as cores do Brasil e tem amor por seu País.

O maior indicativo do vídeo de que Lula assume a possibilidade de ser novamente presidente é a música de fundo: Tô voltando. A música de Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro eternizada na voz da cantora Simone é a cereja do bolo. A mensagem é mesmo avisar que Lula está voltando e quem espera por dias melhores como os que foram vividos em seus oito anos de governo pode ir se preparando porque ele vai voltar.

lula2

 

lula3

Indicativos

A versão mais aceita de que Lula poderá ser novamente candidato a presidente foi reforçada no início de maio pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que em entrevista ao jornal britânico Financial Times asseverou que o Partido dos Trabalhadores não tem outro candidato para lançar em 2018. Não bastasse isto, o mesmo FHC escreveu pouco tempo antes um artigo em que criticou duramente Lula e pediu à população que repudiasse o ex-presidente Lula. Ninguém, muito menos um político experiente como FHC, se arvora a atacar frontalmente um ex-mandatário se este não representasse alguma ameaça a seus interesses.

Lula é citado em pesquisa feita pelo Instituto Datafolha em que 50% dos entrevistados o apontam como o melhor presidente de todos os tempos. Ao deixar a Presidência em 1º de janeiro de 2011, Lula gozava espantosos 87% de aprovação entre a população brasileira, fato que até hoje amedronta qualquer opositor seu. O prestígio de Lula foi o bastante para eleger e reeleger a presidente Dilma Rousseff e para eleger o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, ex-ministro da Educação de Lula. Em 2012, quando Haddad foi eleito, a afirmação mais difundida foi que Lula elegera um poste com sua força junto ao eleitorado.

Em 2002, quando foi eleito pela primeira vez, Lula derrotou José Serra, senador, ex-governador de São Paulo. Em 2006, mesmo depois de sofrer o desgaste do mensalão e de seus principais próceres no governo terem sido defestrados, Lula enfrentou o também ex-governador paulista Geraldo Alckmin. A vitória de Lula só não foi sacramentada no primeiro turno porque um grupo de idiotas quase melindrou todo o pleito, apelidados de “aloprados”. Mesmo assim o candidato tucano, Alckmin conseguiu a proeza de perder para ele mesmo. Geraldo, chamado jocosamente de “picolé de chuchu”, por não ter cheiro, sabor ou aparência agradável, teve no segundo turno menos votos do que conseguira no primeiro turno: 39.968.369 votos na primeira rodada e 37.543.178 na segunda.

Lula enfrentou um câncer na garganta, tratou-se e se mostra disposto e saudável para uma disputa renhida como a para presidente. Em outubro desse ano completará 70 anos e tem vontade política de sobra para se arvorar ao posto de principal mandatário do Brasil.

Referenciais para ser lançado candidato ele tem de sobra: apoio do partido, poder de persuasão para agregar aliados em torno de um projeto, linguagem fácil para acessar o povo e pedir votos, capacidade de liderança para conduzir os rumos com seus auxiliares e uma indefectível condição de “antiaderente”, porque nenhuma mácula gruda em sua imagem.

Só o tempo dirá que ele realmente voltará.

Lula recebe o afago de uma integrante do Movimento dos Sem Terra, grupo sinonimiza luta do ex-presidente(Foto:LULA MARQUES)
Lula recebe o afago de uma integrante do Movimento dos Sem Terra, grupo sinonimiza luta do ex-presidente(Foto:LULA MARQUES)

 

lula5
Lula durante seu último mandato(Foto:EBC)
  • TÔ VOLTANDO

Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro

“Pode ir armando o coreto

E preparando aquele feijão preto

Eu tô voltando

Põe meia dúzia de Brahma pra gelar

Muda a roupa de cama

Eu tô voltando

Leva o chinelo pra sala de jantar

Que é lá mesmo que a mala eu vou largar

Quero te abraçar, pode se perfumar

Porque eu tô voltando

Dá uma geral, faz um bom defumador

Enche a casa de flor

Que eu tô voltando

Pega uma praia, aproveita, tá calor

Vai pegando uma cor

Que eu tô voltando

Faz um cabelo bonito pra eu notar

Que eu só quero mesmo é despentear

Quero te agarrar

Pode se preparar porque eu tô voltando

Põe pra tocar na vitrola aquele som

Estréia uma camisola

Eu tô voltando

Dá folga pra empregada

Manda a criançada pra casa da avó

Que eu tô voltando

Diz que eu só volto amanhã se alguém chamar

Telefone não deixa nem tocar

Quero lá, lá, lá, ia, porque eu tô voltando!”

tags:

Comentários