Política & Justiça

Deputados definem temas que serão votados

Anúncio foi feito pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Sistema eleitoral e financiamento de campanha serão os primeiros itens

diario da manha

 

Fernanda Calgaro Do G1, em Brasília

Após reunião com os líderes partidários, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), informou que foi definido um cronograma de votação por itens da reforma política para a próxima semana em plenário.

Segundo Cunha, serão analisados pela ordem: sistema eleitoral, financiamento de campanha, fim ou não da reeleição, duração do mandato parlamentar, coincidência de mandato, cota de participação feminina e fim de coligação proporcional.

“Esse é o cronograma que foi estabelecido”, disse Cunha, que já havia anunciado que pretendia votar item por item.

O relatório elaborado pela comissão especial, criada para debater a reforma política, ainda não foi votado no colegiado por falta de consenso. Entre outros pontos, o projeto cria o chamado sistema “distritão” nas eleições do Legislativo, prevê um teto para o financiamento da campanha por empresas e propõe a redução dos mandatos de senadores de oito para cinco anos.

O relator deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) chegou a mudar o teor do seu parecer algumas vezes e, diante do impasse entre os parlamentares, a votação acabou adiada para a próxima segunda-feira. Cunha, porém, já avisou que votará no plenário independentemente do resultado na comissão.

Ele chegou, inclusive, a atacar publicamente o relatório, dizendo que faltava “perspicácia política” para Castro, que rebateu dizendo que Cunha deveria ter escolhido um “relator mais submisso”. Na próxima segunda-feira, haverá nova reunião de líderes para discutir como será a votação durante a semana.

Comentários