Política & Justiça

José Vitti defende Marconi de ataques da oposição

diario da manha

 

Líder da bancada governista na Assembleia Legislativa, deputado José Vitti (PSDB) defendeu o governador Marconi Perillo dos ataques que vem sofrendo por parlamentares da oposição. Em entrevista ao Diário da Manhã, Vitti avaliou que esse comportamento é apenas mais uma característica típica daqueles que se opõem ao governo tucano e que as acusações feitas, em sua maioria no plenário da Casa Legislativa, não têm fundamentos lógicos.

Vitti argumentou que o governo sente um reflexo da crise econômica instalada em todo o País, o que pode ser notado depois do parcelamento dos salários do funcionalismo e também pelos empresários, com o recolhimento antecipado do ICMS, mas, para o líder do governo, as medidas já tomadas por Marconi são feitas com cautela e responsabilidade. “Estamos vivendo um momento de ajuste fiscal e recessão em nível de Brasil, obviamente tem muita coisa que gostaríamos que fosse feita diferente, mas, apesar disso, o governador tem tentado fazer o melhor dentro do possível”, esclareceu.

Para exemplificar sua fala, Vitti citou uma matéria enviada pelo governo à Assembleia Legislativa, que trata do pagamento dos quinquênios aos servidores públicos estaduais. Quando foi enviado à Casa, a proposta previa pagamento do benefício apenas para o mês de janeiro subsequente ao vencimento. Agora, depois de discussão junto à base aliada, e a interlocução de Vitti ao Palácio das Esmeraldas, o governador permitiu que o pagamento fosse feito da forma como acontecia, a partir do dia em que o benefício for completado. Para isso, Vitti apresentou uma emenda que reformou a redação do projeto. “Conversamos com o governador e ele foi sensível a esse assunto e certamente o projeto será aprovado sem alterações para os servidores”, pontuou. A matéria deve ser apreciada esta semana, em plenário.

 

Votações

O deputado tucano também explicou, ao contrário do que prega a oposição, que a base não tem tido dificuldades para aprovar matérias do governo em tramitação na Casa. Vitti ainda reforçou que o quórum dessa legislatura tem sido bastante satisfatório. “Temos tido uma média de 30 deputados por sessão, raro algumas exceções, como na semana passada, que um deputado se casou fora do Estado e alguns deputados não vieram por esse motivo”, justificou.

Para esta semana, também deverão ser apreciados em plenário o projeto que trata do piso salarial da iniciativa privada. “O entendimento dela é fácil de ser resolvido, temos os salários divididos em categorias, mas são valores próximos ao salário mínimo. Defendo que é uma matéria que tem que ser discutida para não criar atritos com o setor produtivo, que é tão importante para o nosso Estado”, destacou.

 

Superação

José Vitti sustenta que o governador Marconi Perillo, com as medidas que adotou de enxugamento da máquina administrativa, no início do ano e, também o ajuste fiscal, proporciona condições de viabilidade financeira e, consequentemente, a retomada das obras nas diversas áreas. “Marconi é um gesto de visão ampla, antenado com a realidade política estadual, nacional e internacional. Por isso, está adotando medidas que vão dar novo ritmo ao governo já no segundo semestre deste ano.”

O líder do governo ressalta que a reforma administrativa adotada por Marconi Perillo serve de exemplo a  governadores do País afora. “Depois de realizar três governos inovadores, Marconi começa o atual mandato também sendo copiado por governadores, principalmente em relação ao enxugamento da máquina e o ajuste fiscal.”

O deputado tucano ressalta que, ao final dos quatro anos, Marconi estará com o seu nome consolidado na política nacional, preparado para “novos e desafiadores” projetos eleitorais.

Comentários