Política & Justiça

CNBB se manifesta contra redução da maioridade penal

Estadão

diario da manha

 

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou ontem nota em que se manifesta contrariamente à aprovação da redução da maioridade penal, que está em discussão no Congresso Nacional. Na mensagem, pede que fiéis se mobilizem e reivindiquem que autoridades competentes façam uma opção clara em favor da criança e do adolescente. Na avaliação da CNBB, o Estatuto da Criança e do Adolescente já prevê responsabilização penal para maiores de 12 anos.

“Se há impunidade, a culpa não é da lei, mas dos responsáveis por sua aplicação”, diz o texto. O documento, preparado durante reunião do Conselho Permanente da entidade, elogia o ECA, afirma que o estatuto é exigente com adolescente em conflito com a lei e não compactua com a impunidade. O documento também avalia que as medidas ali previstas partem do princípio de que todo menor infrator é recuperável, por mais grave que seja o delito cometido.

Comentários