Política & Justiça

Com presença de Marconi, Lúcia Vânia filia-se no PSB

diario da manha

O ato de filiação da senadora Lúcia Vânia ao PSB foi prestigiado pelos governadores de Goiás e do Distrito Federal, Marconi Perillo e Rodrigo Rollemberg, além do vice-governador José Eliton, três senadores, deputados federais, estaduais, prefeitos, vereadores, secretários e outras lideranças. A filiação foi realizada em auditório da Câmara Municipal de Goiânia.

Do PSB estavam o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, os senadores João Capiberibe (Amapá), Lídice da Mata (Bahia), Fernando Bezerra Coelho (Pernambuco), o ex-governador do Espírito Santo e presidente da Fundação João Mangabeira, Renato Casagrande, o vice-governador de São Paulo, Márcio França, além do deputado Beto Albuquerque.

Para o ato de filiação ainda estavam presentes o deputado estadual Simeyzon Silveira (PSC) e o vereador Elias Vaz (PSB), que falaram em nome dos deputados e dos vereadores, respectivamente. Pelo menos 70 prefeitos compareceram ao evento, e caravanas de mais de 40 cidades acompanharam Lúcia Vânia se filiar ao PSB.

 

Espaço

Em seu discurso – antecedido por um vídeo mostrando sua trajetória política, com falas do deputado federal Roberto Freire (PPS) e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) – a agora senadora do PSB afirmou que aceitou o convite do partido por uma utopia, já que disse buscar um novo caminho para Goiás.

Lúcia Vânia agradeceu a família que estava presente e também o presidente estadual do PSB, Vanderlan Cardoso, a quem chamou de “homem justo e correto”, e elogiou seu mandato à frente da Prefeitura de Senador Canedo.

A senadora ainda afirmou que viveu ontem “um momento importante da sua vida política. Sempre sonhei em ver meu Estado alcançando e conquistando espaço melhor no cenário político brasileiro”.

Sobre o cenário político nacional, Lúcia Vânia afirmou que “é preciso restaurar a confiança do brasileiro”. A senadora ainda elogiou Eduardo Campos e os valores e lições que deixou durante a sua vida pública.

 

Vanderlan

O presidente estadual do PSB, Vanderlan Cardoso, relembrou de conversas que teve com Eduardo Campos que o incentivaram a assumir o partido em Goiás. “Campos sempre me incentivou na política e a trazer novas lideranças para o partido, e aceitei o desafio”, afirmou.

O ex-prefeito de Senador Canedo contou que chegou a acreditar que Lúcia Vânia não iria para o PSB, mas que está extremamente feliz com a vinda da senadora.

“O que o Eduardo Campos me pediu, estou cumprindo. Eu quero dividir as responsabilidades com a senadora, e já temos que pensar nas eleições de 2016 e de 2018. Sempre defendemos o que é de interesse do Estado de Goiás, e continuaremos independentes. Estou muito feliz com a chegada de Lúcia Vânia ao PSB”, afirmou Vanderlan.

 

Marconi: “Quero entregar a noiva nas mãos de vocês”

O governador de Goiás, Marconi Perillo, afirmou que qualquer um lamentaria perder uma parlamentar como Lúcia Vânia. Segundo ele, foram 30 anos de muitas emoções. “Eu quero entregar a noiva nas mãos de vocês. Mas em hipótese alguma estaremos afastados a partir de agora.”

Marconi elogiou o PSB afirmando ser um partido “ético, sério e com princípios”, e também Lúcia Vânia, salientando que a senadora é sinônimo de luta. “Poucas lutam pelo seu Estado como a senadora. Lúcia é uma mulher de caráter e muito fiel”.

O governador tucano ainda citou frases de algumas mulheres, como Cora Coralina, Cecília Meirelles e das americanas Michelle Obama, primeira-dama dos Estados Unidos, e Hillary Clinton, pré-candidata a presidente do país, com o intuito de relembrar a trajetória política de Lúcia Vânia.

Além disso, Marconi relembrou a frase que se tornou a marca do presidenciável Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo em 2014 durante a campanha presidencial: “Não vamos desistir do Brasil”. Segundo o governador, essa é uma incumbência da senadora Lúcia Vânia.

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, salientou que Lúcia Vânia é um patrimônio da política brasileira. Falaram também a senadora Lídice da Mata e Márcio França.

Em seu discurso, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse que hoje é um grande dia para o PSB, já que Lúcia Vânia terá papel muito importante em Goiás e no Brasil.

Carlos Siqueira afirmou ainda que o PSB terá candidatura à Prefeitura de Goiânia em 2016 e que Vanderlan Cardoso será o candidato do partido.

 

Vanderlan: “Chegada da senadora fortalece e anima o PSB para as eleições”

Em entrevista à imprensa, Vanderlan Cardoso afirmou que a senadora Lúcia Vânia chega no momento que o partido está crescendo, e com sua chegada, com certeza, ocorrerá o fortalecimento do partido, já pensando nas eleições de 2016.

Sobre as eleições do próximo ano, Vanderlan afirmou que a chegada da senadora o anima ainda mais. “Tenho dito desde o início que a vinda dela iria fortalecer e animar, não somente a mim, mas também toda a militância do PSB. Isso está comprovado pela quantidade de pessoas, em uma quarta-feira, que vieram prestigiá-la”.

 

Postura correta

Também em entrevista coletiva, Lúcia Vânia afirmou que busca avançar e achar novas alternativas no PSB. A senadora ainda salientou que o partido tem uma postura correta com as quais se identifica. Ela afirmou que há uma uniformidade em relação aos projetos da legenda. “Sou muito ligada ao social, e sei o quanto o PSB pode ajudar a sociedade brasileira em um momento como esse, de crise econômica e ética. Por isso, nada melhor do que um novo caminho”.

Sobre a relação com a oposição, a senadora afirmou que seu trabalho não discriminou nenhum partido. A senadora ponderou relação amistosa com todos os partidos e que respeita aqueles que estão à frente do executivo. “Quando eu saio com o prefeito Paulo Garcia, é para prestar a minha solidariedade e meu apoio como parlamentar”.

Ela afirmou ainda que é muito cedo para falar em alianças, já que sua vinda para o partido visa “reforçá-lo”, fazendo do PSB um partido novo, que venha ao encontro do que a população necessita.

Sobre candidatura em 2016 em Goiânia, Lúcia Vânia assegurou que o candidato do partido será Vanderlan Cardoso, que já se colocou como pré-candidato.  A senadora afirmou ainda que foi para o PSB pela estrutura que o partido tem no Senado e pela identificação com os projetos. Ela ainda disse que sua atuação continuará a mesma, sendo uma parlamentar municipalista, com uma política de alto nível, respeitando os adversários, e, principalmente, trabalhando para que o Estado de Goiás possa crescer cada vez mais.

Lúcia Vânia e Vanderlan Cardoso: atuação conjunta no novo PSB
Lúcia Vânia e Vanderlan Cardoso: atuação conjunta no novo PSB

Comentários