Política & Justiça

Flávio Buonaduce: “Nossa campanha é de ideias e propostas”

diario da manha

O advogado Flávio Buonaduce tem a missão de manter a tradição da OAB Forte no comando estratégico da Ordem dos Advogados do Brasil-Seção de Goiás. Escolhido candidato após amplo processo de consultas junto à categoria, Buonaduce já deu início ao projeto de discussão de ideias e propostas, criando o Movimento Observatório da Advocacia para colher subsídios para o seu plano de gestão.

Para sua campanha, Flávio Buonaduce prefere a linha de apresentação de propostas e diálogo direto com a classe. Com o Observatório da Advocacia goiana, o candidato já esteve em 30 subseções e vai percorrer todas até o registro da candidatura. “Queremos ouvir as reivindicações dos advogados de todas as regiões de Goiás.”

Em visita à Redação do Diário da Manhã, na sexta-feira, Flávio Buonaduce falou de projetos, da pré-campanha agitada e de como pretende vencer o pleito marcado para o final de novembro. Ele acaba de participar da retomada de negociações com o governo do Estado, o que resultou no reajuste de 105% no pagamento para os advogados dativos. “É uma conquista de todos os advogados”, diz. Veja a seguir os principais trechos da entrevista:

 

A entrevista

 

Campanha de propostas

“Só acredito em campanha propositiva. Temos que discutir o futuro da OAB em Goiás. Tenho notado que a maioria dos advogados quer seguir esta linha de debate de ideias e, por isso, nos dá apoio. Não tenho dúvida de que todos os candidatos deveriam debater soluções e propostas. Qualquer eleitor prefere uma campanha propositiva, sem ataques e que não baixe o nível. A sociedade está politizada e na nossa classe não seria diferente. Os advogados querem ouvir propostas. Este é nosso objetivo: discutir erros do passado para acertar no futuro.”

 

Fortalecimento da profissão

“Temos que tratar e debater a profissão de advogado com extrema verdade. Não podemos mais aceitar que companheiros valorosos tenham que deixar a advocacia porque não conseguem sobreviver exercendo a profissão. Nosso objetivo é esse: fortalecer a profissão. Ajudar todo advogado que queira mesmo ser atuante e viver do exercício da advocacia.”

 

Mercado de trabalho

“Temos que criar ações de convencimento do mercado para que a tabela de preços seja cumprida. Quando ela se tornar padrão e houver confiança de que será seguida, o piso vai ser respeitado e mesmo aquele profissional em início de carreira vai se sentir valorizado e motivado a continuar na advocacia. Essa será uma de nossas primeiras ações se vencermos o pleito de novembro. Vamos trabalhar a favor de toda a classe, sem privilégios.”

 

Reajuste para os dativos

“A estratégia de confronto com o governo não funcionou. Nós, que sempre acreditamos em diálogo, procuramos o governador Marconi Perillo e negociamos a concessão do aumento. O atual comando da OAB Goiás errou ao investir em uma postura de conflito e eu entendi que era preciso trabalhar com diálogo para convencer o governador da importância do reajuste. Ele efetivamente entendeu nossa reivindicação e autorizou o aumento. Foi uma grande vitória da advocacia goiana porque gera um ganho direto para os dativos. É uma conquista de toda a classe.”

 

Rivais em campanha

“Nós somos os primeiros a criticar qualquer atitude agressiva na política, então, mais que natural que sejamos exemplos de crença na apresentação de propostas e na legalidade. Vou cumprir o estatuto da OAB que só permite ações de propaganda após o registro das chapas e a partir de 45 dias de antecedência do pleito. Não vou atropelar regras e sendo assim não vamos realizar atos públicos festivos ou investir em publicidade. Nós vamos fazer o debate de ideias.”

 

Observatório da Advocacia

“O Observatório da Advocacia goiana foi criado para ouvir as bases e subseções e saber quais são as principais reivindicações dos advogados de todas as regiões do Estado. Estamos saindo dos encontros motivados e com muitas ideias relevantes que podem ser aplicadas na OAB-GO. Claro que temos projetos, mas é importante ouvir o advogado na sua cidade, é diferente. Você conhece a realidade de perto e consegue fazer um diagnóstico mais específico. Essa é uma das linhas da nossa campanha propositiva e aberta ao diálogo. Nós torcemos para que os demais candidatos também sigam esse caminho, mas infelizmente não é o que vemos.”

 

“Acredito em campanha propositiva. Temos que discutir o futuro da OAB-GO e a situação de mercado dos advogados goianos”

“Temos que criar ações de convencimento do mercado para que a tabela de preços dos honorários advocatícios seja cumprida”

“O atual comando da OAB Goiás errou ao partir para o conflito com o governo. Nós restabelecemos o diálogo e conseguimos reajustar os honorários dativos”

Comentários